You are here:  / Críticas / RESIDENT EVIL – A EXTINÇÃO

RESIDENT EVIL – A EXTINÇÃO

evilfc.zip.netQuando ‘O Hóspede Maldito’ estreou, levando o nome de uma franquia conhecida no título, todos ficaram entusiasmados pois veríamos a ação em “carne e osso”. A decepção foi enorme, pois não encontramos aquele terror ou violência vista no jogo aos montes, com isso, a produção se transformou numa ação decadente e sem ritmo.

Meio sem querer, a continuação chegou com Resident Evil – Apocalypse’, melhorando no conceito (apesar da série nunca chegar naquilo pensado pelos gamers do mundo todo) e agora este terceiro episódio sobe outro degrau e se torna o melhor exemplar da série. Só as presenças estonteantes de Milla Jovovich (‘O Quinto Elemento’) e Ali Larter (seriado ‘Heroes’) valem o ingresso, mas o diretor Russell Mulcahy  vai além, renovando os efeitos especiais, as maquiagens e o roteiro.

É inegável que haja alguns clichês, mas a franquia nunca quis revolucionar o gênero. Todos dentro do projeto sabiam das limitações e usam isso para dar certa credibilidade ao longa. Até algumas tomadas ficam bem diagramadas e a ação vai de encontro aos episódios anteriores, com chutes em cachorros-zumbis, destruição em massa e o ‘vilão da fase’ no final. Quer descontração, doses de sangue e duas beldades em tela? Corra ao cinema e veja’Resident Evil – A Extinção’.

NOTA: 6,5
ORÇAMENTO: 45 Milhões de Dólares

Comente via Facebook

Comentários

3 COMMENTS

  • Eve diz: Eu assisti :O

  • Legal seu blog cara…tenho feito alguns textos sobre filmes também, principalmente a mostra que tem rolado em SP…dê uma passada por lá…abraço

    http://pizzafria.blogspot.com

  • 10 sem discussão
    ótimo blog sobre cinema, boas críticas e resenhas.

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca