You are here:  / Destaque / Top CP / Curiosidades sobre O Poderoso Chefão

Curiosidades sobre O Poderoso Chefão

Neste ano de 2022, uma das maiores obras primas do cinema completa 50 anos. Por isso, resolvemos trazer algumas curiosidades sobre O Poderoso Chefão. Dirigido por Francis Ford Coppola (Drácula de Bram Stoker), a Paramount Pictures relança o clássico em 4K HDR, nos cinemas de São Paulo, do Rio de Janeiro, bem como de Brasília, em 24 de fevereiro.

A magistral adaptação cinematográfica do romance de Mario Puzo narra a ascensão e queda da família Corleone. Então, essa preparação para o 50º aniversário, teve início com a produtora de Coppola, a American Zoetrope e a Paramount Pictures, realizando uma restauração meticulosa dos três filmes ao longo de três anos.

Nesse interím, Coppola falou sobre o orgulho que tem do filme. “Certamente definiu o primeiro terço da minha vida criativa. Com este tributo, estou especialmente feliz por O Poderoso Chefão 3 – Desfecho: A Morte de Michael Corleone estar incluído”.

O diretor analisou que capta a visão original de Mario e a dele, ao concluir, definitivamente, a trilogia épica. “Também é gratificante comemorar esse marco com a Paramount, ao lado dos fãs maravilhosos que amam a trilogia há décadas. Das gerações mais jovens, que ainda o consideram relevante, e daqueles que o descobrirão pela primeira vez.”

Curiosidades sobre O Poderoso Chefão

Entramos no campo das curiosidades sobre O Poderoso Chefão. Dentre elas, temos:curiosidades sobre o poderoso chefão

  • Albert S. Ruddy tornou-se o produtor do filme, logo depois de apresentá-lo a Charles Bluhdorn como “um filme aterrorizante e frio sobre pessoas que você ama“;
  • Marlon Brando queria fazer Don Corleone parecer “um buldogue”. Então, encheu as bochechas com algodão para a audição. Já para as filmagens, havia um bocal feito por um dentista. O aparelho pode ser visto no Museu Americano da Imagem em Movimento em Queens, Nova York;
  • E o gato segurado por Marlon Brando na cena de abertura? Era um vira-lata que Coppola encontrou nos estúdios Filmways, no Harlem. Ele ronronou tão alto durante a cena que o diálogo teve que ser regravado;
  • James Caan usou 127 cápsulas explosivas cheias de sangue. Tudo para simular balas atingindo Sonny naquela primorosa cena. Já o carro, tinha mais de 200 buracos de bala pré-perfurados;
  • A morte de Sonny foi a cena mais cara do filme. Custou US$100.000;
  • A clássica fala: “Deixe a arma, pegue os cannoli”, falada por Richard Castellano como ‘Clemenza’, foi improvisada;
  • Enfim, Brando e De Niro são os dois únicos atores a ganhar o Oscar interpretando o mesmo personagem, ou seja, Vito Corleone.

Detalhes da Restauração

A própria Paramount liberou estes detalhes sobre a restauração do filme. Então, foram:

  • Primeiramente, mais de 300 caixas de filmes examinadas para encontrar a melhor resolução possível para cada quadro dos três filmes;
  • Em seguida, uma marca superior a 4000 horas para consertar manchas nos rolos. Bem como rasgos e outras anomalias nos negativos;
  • Logo depois, mais de 1000 horas para correção de cores. Tudo para garantir que as ferramentas de HDR fizessem jus à visão original de Coppola e do diretor de fotografia, Gordon Willis.
  • Ao mesmo tempo, o áudio 5.1, aprovado por Walter Murch em 2007, as faixas mono originais de O Poderoso Chefão e O Poderoso Chefão: Parte II foram restauradas.
  • Enfim, todo o trabalho foi supervisionado por Coppola.

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas