You are here:  / Críticas / UMA NOITE FORA DE SÉRIE

UMA NOITE FORA DE SÉRIE

justlyou.blogspot.com

Querendo ou não, ‘Uma Noite Fora de Série’ começa bem, com diálogos apimentados sobre casamento, sobre como, por vezes, os casais mantém-se inertes e presos numa celeuma de aparências, tornando-se, no decorrer dos anos, apenas companheiros de cama, como diz o personagem de Mark Ruffalo num certo momento.

Mas para por aí, pois mesmo com a química bacana de Steve Carrell e Tina Fey (‘Meninas Malvadas’), o fraco diretor Shawn Levy (‘Uma Noite no Museu’) não tira o melhor de ninguém e seu filme não sai do lugar e até nas sequências de perseguição os espectadores ficam esperando algo mais, que nunca chega.

As diversas participações especiais ao longo dos 90 minutos, como Ray Liotta, Mark Wahlberg (os melhores diálogos do filme são entre a dupla principal e ele), James Franco e Mila Kunis não ajudam, até porque os personagens são pouquíssimo trabalhados e, da mesma forma repentina que aparecem, vão embora.

Phil e Clara são um casal entediado com a rotina diária das suas vidas (trabalhar, limpar a casa, brincar com as crianças). Numa noite, decidem ir a um restaurante, mas ao chegar lá descobrem que não há mais mesas. Ao perceber que a garçonete chama um casal que tem uma reserva e eles não aparecem, Phil pega aquele lugar, mas só não esperava que um grupo de assassinos os confundisse e começasse uma alucinada perseguição noite à dentro.

O desfecho, tipicamente hollywoodiano, com seus diálogos bobocas provam que ‘Uma Noite Fora de Séria’ é apenas outra comédia ‘esquecível’, como tantas outras por aí. Assim como a vida monótona dos dois, ao subirem os créditos, os espectadores se sentirão da mesma forma, como se já tivessem visto aquilo tantas outras vezes que necessitassem de uma injeção de ânimo.

Título Original: Date Night
Ano Lançamento: 2010 (EUA)
Dir: Shawn Levy
Elenco: Steve Carell, Tina Fey, Mark Wahlberg, Taraji P. Henson, Jimmi Simpson, William Fichtner

ORÇAMENTO: 55 Milhões de Dólares

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas