You are here:  / Críticas / Destaque / Trailers / TRUE LIES

TRUE LIES

‘True Lies’ é um filme diferente. É um blockbuster divertidíssimo. É um filme ‘menor’ de James Cameron (e mesmo assim custos cerca de 100 milhões de dólares). Tem Schwarzenegger e Jamie Lee Curtis numa química impecável. Tem ação acima da média e, por fim, não envelheceu em nada desde que foi lançado, em 1994.

Muito provavelmente, Cameron estava cansado do universo dos exterminadores e queria apenas brincar com os estereótipos que ele mesmo ajudou a construir nos anos anteriores. Por isso mesmo o agente secreto, interpretado pelo ex-Mister Universo, – nem a esposa dele sabe de sua profissão – tem um casamento rotineiro e é passado para trás por um reles ser humano comum.

O engraçado é que Jamie Lee Curtis raramente foi tratada como femme fatale por Hollywood, mas aqui, além de sua dança erótica, sai de mulher indefesa e desprotegida, para alguém forte e pronta para bater de frente com qualquer homem, seja seu marido ou um terrorista.

Schwarza ainda estava em plenos pulmões nesta época e corria, atirava e pulava como um verdadeiro brucutu deve ser, mas são, também, os coadjuvantes como Bill Paxton, Tia Carrere e tantos outros que ampliam a diversão e o descompromisso com a realidade em ‘True Lies’.

Harry é um agente contra-terrorismo e ao dar de cara com sua esposa saindo com um farsante a espião, resolve fazê-la acreditar que ajudará em determinadas investigações para salvar a família. Sem saber a coloca numa situação de extremo perigo.

Se antes o terrorismo era combatido por brucutus, após o 11 de setembro e o sucesso do ‘novo’ Bond ou de Jason Bourne e Jack Bauer, fica difícil encontrar uma luz no fim do túnel para uma suposta continuação – Cameron nega veementemente por enquanto. Mas se Rocky, Rambo, John McClane, Indiana Jones voltaram, porque não esperar algo diferente de Harry Tasker?

Título Original: True Lies
Ano de Lançamento: 1994 (Estados Unidos)
Dir: James Cameron
Elenco: Arnold Schwarzenegger, Jamie Lee Curtis, Tom Arnold, Bill Paxton, Charlton Heston, Tia Carrere, Art Malik, Eliza Dushku, Grant Heslov

ORÇAMENTO: 100 Milhões de Dólares
NOTA: 8,0

Por Éder de Oliveira

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca