You are here:  / Críticas / TOY STORY 3

TOY STORY 3

Eu sei que já se tornou meio redundante comentar isso da Pixar, mas ‘Toy Story 3’ é sensacional (‘Carros’ pode ser considerado o pior projeto da empresa e ainda assim fica anos luz à frente de ‘Happy Feet’, por exemplo) e mesmo não tendo a seriedade e o cunho crítico-social de ‘Wall-E’, nos remete a nossa infância e, traz de volta aquela gostosa sensação de nostalgia e ingenuidade.

Antes da crítica do filme quero comentar sobre o curta-metragem de abertura, intitulado ‘Dia e Noite’, que cita as diferenças e anseios mútuos dos seres humanos de forma muito sutil e delicada. Falando da animação, se optarem pelo 2D, não sentirão tanta diferença assim, pois usam a ferramenta apenas para uma aproximação maior do personagem em foco e para que os objetos sejam ‘arremessados’ em direção ao público.

Andy agora está indo para a faculdade e já não tem tanta afinidade com seus brinquedos como antigamente. Depois de algumas confusões, eles acabam indo para na lixeira, mas se salvam e vão para uma creche. Chegando lá, são recebidos carinhosamente por Ken, pelo urso Lotso e pelos outros, mas logo irão descobrir que ‘o buraco é mais embaixo’ e nem tudo são flores.

O que mais se ouve nos 103 minutos de projeção são frases hilárias como: “Vai lá Ken, seu metrossexual de borracha” ou “Pelas barbas de Falcon” e a dublagem também não deixa nada a desejar. Além disso, as referências óbvias dos filmes de faroeste, Missão Impossível e etc, estão escancarados para quem quiser ver. Para finalizar, tente assistir ‘Toy Story 3’ e não ficar com um baita nó na garganta, com o fantástico desfecho. Aplaudam e venerem novamente a Pixar, outra obra prima para ficar na história!

Título Original: Toy Story 3
Ano Lançamento: 2010 (EUA)
Dir.: Lee Unkrich
Vozes Originais: Tom Hanks, Tim Allen, Joan Cusack, Don Rickles, Wallace Shawn, Estelle Harris, John Ratzenberger, Ned Beatty, Michael Keaton

NOTA: 10
ORÇAMENTO: 200 Milhões de Dólares

Comente via Facebook

Comentários

2 COMMENTS

  • AAAAAAAAAA-do-ro os animações da Pixar… são obras primas e, é claro, não vou perder o Toy Story 3. E ainda tem um detalhe: sempre choro assistindo animações… rsrsrsr.
    Obrigada pela resenha.
    Beijos.

  • E nada melhor do que os bons usos que eles fazem com todos os personagens, com pequenos destaques aqui e ali, como fizeram com a Barbie na cena em que ela diz ” A força do direito deve superar o direito da força”, foi hilário. Adoro as animações da Pixar porque alem de bem feitas não são tão infantilizadas, diria até que Toy Story3 foi mais para quem cresceu acompanhando a saga do Woody&Buzz.

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas