You are here:  / Críticas / Premiações / Trailers / Touro Ferdinando: a Blue Sky continua há anos luz da Pixar

Touro Ferdinando: a Blue Sky continua há anos luz da Pixar

Esta é uma disputa que vale a pena ser mencionada. Enquanto a Pixar cria clássicos da animação, que tem características muito particulares e saem fora do terreno comum, como a trilogia Toy Story, Wall-E, Up – Altas Aventuras, Ratatouille e Viva – A Vida é uma Festa, a Blue Sky continua utilizando uma fórmula batida. Como exemplo temos A Era do Gelo (que foi ficando pior a cada sequência), Robôs, Horton e o Mundo dos Quem e, por último, o Touro Ferdinando, dirigido pelo brazuca Carlos Saldanha e que ainda pode ser visto nos cinemas de todo o país.

Personagens como os ouriços Um, Dois e Quatro e a cabra Lupe, estão lá para serem o alívio cômico, com os cacoetes de personalidade que você já deve ter visto um sem número de vezes. O amor incondicional da garota pelo touro é fofinho, mas ela poderia ter uma construção melhor desenvolvida. Os cavalos farão os espectadores virarem os olhos e sentirem uma pontadinha de vergonha alheia, principalmente na cena da disputa de dança. E Ferdinando tem a jornada do herói tão mastigadinha e sem grandes surpresas que, se comparado com Blu de Rio, é pobre e subaproveitado, mesmo com algumas boas decisões de design em suas características.

O visual aqui é o verdadeiro chamariz. Os planos abertos com as paisagens que saltam aos olhos, as cores vivas que deixarão a criançada e os adultos embasbacadas, toda reconstrução dos edifícios, casas e ruas espanholas e o estádio onde se passa o desafio final de nosso protagonista tem um cuidado absurdos e, talvez por isso, Touro Ferdinando tenha conseguido esta vaguinha para o Oscar de Melhor Animação deste ano. As músicas que embalam os momentos de ação grudam no ouvido e você sai cantarolando da sessão, ou seja, esta sintonia é extremamente saudável.

Touro Ferdinando

Pôster do filme

Um conto sobre aceitação, rito de passagem e, porque não, um alerta sobre o quanto os animais sofrem neste tipo de evento que, mesmo com suas tradições, devem ser repensados e repaginados. As bilheterias, que já ultrapassam 180 milhões de dólares pelo mundo, provam que há um público seleto para a empresa investir. Mas diferenciar um pouco e ter a coragem de ousar, pode levar ainda mais público aos cinemas. Para o bem ou para o mal, é importante notar que Saldanha firma de vez seu nome em Hollywood e mesmo com um enredo passado na Espanha, fique atento pois há uma pequena homenagem ao Brasil, numa certa estação no metrô. Se fosse um aluno, Ferdinando passaria de ano, mas com uma média bem menor do que gostaria.

Sinopse de Touro Ferdinando:

Ferdinando é um touro domesticado que após uma confusão acaba sendo afastado de sua família. Encontra então, um local onde é acolhido por uma família, porém, acaba sendo capturado novamente e levado para participar de touradas, mas em momento algum deixa de pensar em maneiras de voltar para sua melhor amiga, Nina.

Título Original: Ferninand
Ano Lançamento: 2017 (Estados Unidos)
Dir: Carlos Saldanha
Vozes: John Cena, Kate McKinnon, David Tennant, Anthony Anderson, Gabriel Iglesias, Boris Kodjoe, Miguel Ángel Silvestre, Raúl Esparza, Jerrod Carmichael, Gina Rodriguez

ORÇAMENTO: 111 Milhões de Dólares
NOTA: 6,5

INDICAÇÃO DO FILME PARA O OSCAR: Animação

Confira também um dos nossos vídeos do Canal Cinema e Pipoca

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas