You are here:  / Top CP / 10 Filmes sobre o fim do mundo (ou quase isso!)

10 Filmes sobre o fim do mundo (ou quase isso!)

O cinema sempre flertou com tragédias apocalípticas e desastres naturais de todos os tipos. Há até diretores que se especializaram no assunto (como poderão ver nesta lista) e, gostem vocês ou não, este sub-gênero sempre atrai multidões. Refugiem-se no lugar mais seguro, ore para seu santo ou entidade favorito e, principalmente, tenha sorte, pois os 10 Filmes sobre o fim do mundo chegarão no parágrafo a seguir!

  • Terremoto (1974)

O filme de 1974 tem duas horas e nove minutos de projeção e conta a história de um violentíssimo Terremoto (óbvio!) que assolou Los Angeles. Envelheceu com muita categoria e tem bons efeitos especiais. Foi dirigido por Mark Robson e é protagonizado por Charlton Heston.

Nível de Destruição da Terra: Baixo, pois ficou apenas em Los Angeles

  • Waterworld – O Segredo Das Àguas (1995)

A megalomania que levou Kevin Costner para o fundo do poço custou a bagatela de 175 milhões de dólares e foi um tremendo fracasso nas bilheterias. O roteiro fala de um desastre que ocorre porque as calotas polares derreteram e todo planeta foi inundado. É um Mad Max sobre o oceano e com 99% menos inteligência e desenvoltura.

Nível de Destruição da Terra: Completo, não existe mais ‘terra firme’

  • Twister (1996)

O filme foi um tremendo sucesso na época, arrecadando quase 500 milhões de dólares no mundo todo. Ao assisti-lo hoje, vemos o quão canastrão o casal vivido por Bill Paxton e Helen Hunt é – assim como o diretor Jan de Bont. O enredo fala sobre tornados e equipes rivais que monitoram toda destruição causada por ele.

Nível de Destruição da Terra: Baixíssimo, acontece apenas em locais específicos.

  • Independency Day (1996)

Aqui está o midas da destruição, o Senhor da Catástrofe, o Deus do Caos! O primeiro, o megalomaníaco, o único: Roland Emmerich. Independence Day é uma palhaçada que só se tornou sucesso absoluto pelos efeitos especiais e por Will Smith. Depois de vermos que os computadores de bordo dos extraterrestres usavam Windows como Sistema Operacional, não tem como levá-lo a sério!

Nível de Destruição da Terra: Baixo, os norte americanos sofrem diversos danos, mas o resto do mundo, parece ter saído ileso!

  • Volcano – A Fúria (1997)

Novamente Los Angeles é palco de uma catástrofe, só que desta vez, ao invés de terremotos, temos um vulcão desconhecido que acaba despertando e levando pânico para as ruas, já que sua lava começa invadir boa parte da cidade. Tommy Lee Jones com sua cara de poucos amigos entra em cena para salvar o dia.

Nível de Destruição da Terra: Baixo… Los Angeles é sempre ‘o alvo’!

  • Armageddon (1998)

Se você já viu um filme de Michael Bay, então já viu todos! E em Armageddon, tudo o que estamos cansados de ver na filmografia do diretor aparece. O perigo aqui é que um meteoro do tamanho do estado do Texas está em rota de colisão com a Terra. Para nos salvar, um grupo de perfuradores é escolhido.

Nível de Destruição da Terra: Médio, poderia ter sido pior caso o personagem de Bruce Willis não se sacrificasse para salvar o dia… espero que você já tenha visto o filme!

  • Impacto Profundo (1998)

1998 foi o ano dos meteoros. Além de Armageddon tivemos Impacto Profundo, que tem ótimo elenco mas é pessimamente aproveitado num roteiro tosco. Há o discurso eloquente do presidente (vivido por Morgan Freeman), o casal apaixonado e efeitos especiais grandiosos! No fim, a produção não fez o sucesso esperado e hoje está completamente esquecida nas prateleiras das locadoras.

Nível de Destruição da Terra: Grande, o meteoro atinge a Terra e faz um estrago gigantesco!

  • O Dia Depois de Amanhã (2004)

Roland Emmerich chega novamente para provar que é o rei da catástrofe. E convenhamos, uma coisa que ele faz muitíssimo bem é usar efeitos especiais magistrais. O fiapo de roteiro é uma desculpa para termos maremotos invadindo Manhattan, tufões e tudo que você possa imaginar. É diversão garantida para os fãs do gênero!

Nível de Destruição da Terra: Enorme, a catástrofe meteorológica é repentina e atinge o planeta todo!

  • Sunshine – Alerta Solar (2007)

O Sol está prestes a se extinguir e levar toda a população mundial com ele. Um projeto um tanto diferente de Danny Boyle se compararmos com seus filmes anteriores. Há Cillian Murphy, Chris Evans e bom elenco nesta ficção científica que tem muito mais a dizer do que qualquer outro ‘filme catástrofe’ citado por aqui.

Nível de Destruição da Terra: Pequeno. A Terra é pouco afetada aqui!

  • 2012 (2009)

Adivinha quem voltou? Roland Emmerich pega algumas inscrições maias, que dizem que o mundo acabará em 2012 e remete-nos a novas tragédias, novas famílias desunidas, novos (ou seriam velhos?) clichês e efeitos de encher os olhos.
A referência bíblica no final é deplorável e tosca. Vale pelos 40 minutos iniciais e só.
Nível de Destruição da Terra: Enorme, todos os locais do mundo são bem destruídos e nem o Cristo Redentor (que aparece por 3 segundos) escapa!

Comente via Facebook

Comentários

3 COMMENTS

  • É incrível como acho esses filmes de fim do mundo um saco. A maioria aí só fez barulho. Pra não dizer que posso salvar algum, curti Armagedon e achei Impacto Profundo uma história interessante (tirando aquela salvação absurda dos jovens que fogem de um tsunami de bicicleta e conseguem ficar vivos).

  • Cara, acabei de descobrir que não gosto de filmes nesse estilo.
    Nenhum desses me agradou =)

    :: João Linno ::

  • Twister não é filme de fim do mundo.

    é apenas sobre um grupo de "caçadores de tempestades".

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca