You are here:  / Destaque / Seriado / 9ª temporada de The Walking Dead chega ao seu midseason finale

9ª temporada de The Walking Dead chega ao seu midseason finale

Eis que a 9ª temporada de The Walking Dead chega ao seu midseason finale com uma sensível melhora em sua narrativa, mas ainda com alguns problemas que já vinham ocorrendo e ainda tendo que lidar com novos fatores, como a saída de alguns personagens.

Esta nova leva de episódios voltou um pouco mais dinâmica, com as comunidades tentando se restabelecer e a tão anunciada despedida do protagonista da série, Rick.

Em um primeiro momento, todos achávamos que o personagem morreria, mas não foi bem isso o que aconteceu. O personagem saiu de cena de uma forma que será possível o seu retorno no futuro, mesmo que isso seja pouco provável.

Além de Rick, Maggie também saiu de cena e, na verdade, seu sumiço nem foi explicado muito bem (e nem sei se será) e ainda tivemos a morte de Jesus, totalmente inesperada no 8° episódio.

Ao final desta primeira metade, dois acontecimentos bastante esperados por quem acompanha os quadrinhos finalmente aconteceram:

  • o salto temporal que, ao meu ver, parece ter sido de pelo menos uns 5 anos;
  • e a apresentação de um novo grupo que deve aterrorizar os Sussurradores.

Ainda tivemos a fuga do nosso querido Negan da prisão em Alexandria e tudo indica que o personagem deve seguir a mesma trama da HQ, ou seja, preparem-se para uma ótima e sanguinária narrativa!

9ª temporada de The Walking Dead chega ao seu midseason finale

O salto temporal se deu após a saída de Rick e então vemos uma Judith Grimes já crescida e me lembrando um pouco Carl. Tivemos a inclusão de novos personagens, pudemos ver algumas transformações de personagens antigos, com destaque para Eugene, e um relacionamento entre Rosita e Padre Gabriel. Sério isso gente?

A 2ª metade da temporada retorna no dia 10 de fevereiro e devemos ter alguns pontos importantes:

  • vários flashbacks que mostrarão fatos importantes ocorridos naquele período ainda obscuro;
  • e como foi a treta entre a Michonne e as comunidades de Hilltop e do Reino.

Com este salto, penso que Carl poderia ter continuado na série, pois na HQ o personagem tem grandes realizações e na série ele poderia até assumir alguns arcos do Rick, fazendo com que sua saída não fosse tão sentida. No entanto parece que algumas de suas tramas serão direcionadas para Judith e Henry, que não tem nem metade do carinho da audiência que o Carl tinha.

Com a Maggie fora e Jesus morto, o Reino está sem um líder. Tara parece ser a que estava mais próxima da liderança, mas não acho que tenha esse potencial. Então pode ser que Daryl assuma esse papel, visto que o personagem deve começar a assumir o protagonismo que era do Rick.

Alfa e Beta, líder e vice-líder, respectivamente, do grupo dos Sussurradores devem chegar com sangue nos olhos, e o arco do grupo pode trazer de volta aquele terror que estava faltando na série. Massacre, romance e talvez a redenção de Negan podem chegar nos próximos 8 episódios.

Bom, muitas coisas ficaram sem resposta e apesar da saída de seu protagonista, parece que The Walking Dead ainda terá uma sobrevida até, pelo menos, a 10ª temporada. Mas eu acho (e faz tempo que eu acho) que a série já deu o que tinha que dar e precisa urgentemente de uma conclusão.

A 9ª temporada de The Walking Dead chega ao seu midseason finale e o que você achou?

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Board Games