You are here:  / Críticas / Destaque / Trailers / TERRA PARA ECHO

TERRA PARA ECHO

Depois de ‘ET – O Extraterrestre’ encantar o mundo, ‘Os Goonies’ e ‘Conta Comigo’ ganharem status cult, Spielberg resolveu relembrar essas histórias saudosistas em ‘Super 8’, passando para J. J. Abrams a batuta da direção. Com o sucesso do projeto, foi questão de tempo para surgirem algumas repaginações como o bom ‘Ataque ao Prédio’ e este razoável ‘Terra para Echo’.

Existe uma diferença bem grande entre homenagem e cópia e o diretor Dave Green, acabou não ousando em absolutamente nada aqui. Menos mal que o elenco mirim consiga ‘segurar as pontas’ e ter uma química instantânea com o público, caso contrário, 90% do filme seria um completo desastre.

O roteiro trata da amizade de maneira delicada, sem contar que o design de Echo é fofíssimo, mas estereotipa os protagonistas – por que sempre deve haver o mini-gênio da tecnologia? – e ainda não estabelece um motivo para deixarem a filmadora ligada o tempo todo.

Os amigos Tck, Munch e Alex começam a receber estranhas mensagens em seus celulares. Todo ao redor não levam a sério os pedidos de ajuda dos meninos, com isso, eles partem para uma aventura para entenderem o que está havendo e se deparam com um ser de outro planeta que necessita de ajuda.

O espectador não sente a urgência em nenhum momento e mesmo com 90 minutos, existem cenas bastante desnecessárias e cansativas. Faltou experiência e segurança para Green sair do terreno comum e dar maior emoção, do jeito que está, ‘Terra para Echo’ é apenas uma simpática aventura, que será esquecida logo após os créditos finais.

Título Original: Earth to Echo
Ano de Lançamento: 2014 (Estados Unidos)
Dir: Dave Green
Elenco: Reese Hartwig, Ella Wahlestedt, Teo Halm, Astro, Arthur Darbinyan, Cassius Willis, Chris Wylde, Drake Kemper

ORÇAMENTO: —
NOTA: 6,0

Por Éder de Oliveira

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca