You are here:  / Críticas / SPLICE – A NOVA ESPÉCIE

SPLICE – A NOVA ESPÉCIE

www.cinepop.com.br

Talvez o personagem Clive, vivido por um canastra ADRIEN BRODY (O PIANISTA) neste SPLICE – A NOVA ESPÉCIE, seja um alter ego do próprio diretor VINCENZO NATALI (O CUBO), um profissional obcecado a criar uma obra grandiosa, mas que por causa dessa ânsia coloca tudo a perder.

Existem homenagens bacanas para os fãs do bom e velho trash, com criaturas se digladiando até a morte, metamorfoses bizarras e até sangue espirrando na platéia. Mas para cada acerto existem dez erros, como na seqüência em que Clive dança com a criatura ou quando NATALI usa de clichês babacas para tentar criar empatia entre o espectador e a tal espécie (colocar uma tiara em sua cabeça e refletir a imagem dela no espelho é de uma galhofada grandiosa).

Daí o tempo vai passando e o que era uma ficção científica com toques fantásticos, se torna um terror descabido de fundamento, que não assusta e só menospreza a inteligência alheia. Olhando com cuidado, Dren poderia ser uma versão atual de Frankstein (tirando as devidas proporções), mas se no romance de Mary Shelley há espaço até para entendermos que o monstro é uma visão cruel e deformada de todos os medos e sonhos da humanidade, aqui não encontramos resquícios nem disso e nem de qualquer outra coisa.

Clive e Elsa decidem passar por cima dos seus financiadores e fazer testes misturando genes humanos com os de diversos outros animais, na tentativa de criarem a cura para várias doenças. Ao gerá-la, os dois começam a nutrir uma afeição pelo experimento, mas tudo isso pode trazer danos irreparáveis caso alguém descubra o motivo de tanto sigilo.

SARAH POLLEY (MADRUGADA DOS MORTOS) está deslocada e a tentativa de fazer crer que Dren fez o casal de cientistas se aproximarem, como há tempos não ocorria é outro motivo para termos a certeza de que o diretor perdeu completamente o controle do seu longa metragem. Esquecível e desnecessário, SPLICE – A NOVA ESPÉCIE não tem nada de novo.

Título Original: Splice

Ano Lançamento: 2009 (EUA/Canadá/França)

Dir: Vincenzo Natali

Elenco: Adrien Brody, Sarah Polley, Delphine Chanéac, David Hewlett, Brandon McGibbon

ORÇAMENTO: 30 Milhões de Dólares


PERGUNTA PARA O INTERNAUTA:

* O que você achou de SPLICE – A NOVA ESPÉCIE ?

* Qual a melhor ficção científica que você viu nos últimos anos ?

Comente via Facebook

Comentários

3 COMMENTS

  • olha sinceramente assisti esse filme esses dias atraz e te digo , é muito ruim ,fraco , fiquei decepcionado pois eu tinha muita expectativa que fosse um bom filme ……………………..
    que pena !!!!!
    más essa é a minha opnião como amante do cinema ..

    abraços gostei do blog ……….

  • muito ruim horrível não percam tempo pior filme ou um dos piores que eu já assisti lixo total mais é ruim demais decepção…

  • Bem, quanto ao filme eu vou ser tão breve que na verdade já até terminei.

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas