You are here:  / Críticas / SIMONAL – NINGUÉM SABE O DURO QUE DEI

SIMONAL – NINGUÉM SABE O DURO QUE DEI

www.revistabula.com

 

Quando dizem que nós brasileiros, temos uma memória muito curta, ninguém está mentindo. Nos falta a capacidade de perceber que nosso passado é riquíssimo e tem muito a nos mostrar. ‘Simonal – Ninguém Sabe o Duro que Dei’ é prova disso, sendo um dos documentários mais sucintos e sérios dos últimos anos, contando a história do negro pobre que orquestrava uma platéia de 40 mil pessoas com facilidade absurda.

Cláudio Manoel, Micael Langer e Calvito Leal, investigam o surgimento do artista, o estrondoso sucesso na década de 60 e 70 e seu desaparecimento. O trio de diretores nos traz uma diversidade enorme de arquivos raros do artista, desde seu programa na Rede Record, passando pelo show no Maracanãzinho, até seu dueto com a cantora americana Sarah Vaughan.

Os depoimentos contribuem para criar uma atmosfera com três atos narrativos: primeiro a conquista e a fama, segundo a ditadura e as acusações e no fim, a tentativa de ressurgimento (seu desabafo no Programa da Hebe é comovente). Quando entrevistam o ex-contador de Simonal, o documentário deixa toda malandragem e alegria de lado, para tocar num ponto que jamais havia sido esmiuçado desta forma: o cantor teve ou não participação no DOPs?

‘Simonal – Ninguém Sabe o Duro que Dei’, vem como uma redenção (mesmo que tardia) para um artista genial e carismático. Nós somos realmente estranhos, pois deletamos Wilson Simonal da Música Popular Brasileira e veneramos atualmente muitos cidadãos sem o mínimo de conhecimento de causa, que bombardeiam nossos ouvidos com letras cada vez mais medíocres. Fizemos nossas escolhas e também estamos pagando por isso.

Título Original: Simonal – Ninguém Sabe o Duro que Dei
Ano Lançamento:
2009 (Brasil)

Dir.:
Micael Langer, Calvito Leal e Cláudio Manoel

Elenco:
Wilson Simonal, Ricardo Cravo Albin, Chico Anysio, Boninho, Max de Castro, Wilson Simoninha, Tony Tornado

ORÇAMENTO: 800 Mil Reais

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca