You are here:  / Especial CP / SÉRIES QUE VIRARAM FILMES

SÉRIES QUE VIRARAM FILMES

Diversos seriados de sucesso (e outros nem tanto assim), conseguiram uma vaguinha nos multiplex e conseguiram ser apresentados para uma nova geração de fãs. Eis os principais títulos abaixo.

Nos anos 60 e 70, a família mais esquisita da cultura pop surgia com sua versão para a telinha e em 1991 ganhou os cinemas em grande estilo e com nomes como Raul Julia, Angélica Houston e Christina Ricci no elenco. Dois anos depois veio a continuação e em 1998, chegou, direto para o mercado de home-vídeo ‘O Retorno da Família Addams’.

Missão: Impossível conta com quatro filmes estrelados por Tom Cruise, arrecadando quase 3 bilhões de dólares pelo mundo. O seriado foi criado nos anos 60, por Bruce Geller.

‘A Feiticeira’ (1964 a 1972) rendeu a Elizabeth Montgomery um grande reconhecimento e somente décadas depois que o seriado ganhou uma produção cinematográfica, com Nicole Kidman no papel principal. O problema é que nem com muita magia o espectador consegue se interessar pelo longa, que é chato demais.

Quem nunca ouviu falar em Spock, Capitão Kirk e na Enterprise? O seriado Star Trek (1966), criado por Gene Roddenberry, revolucionou os seriados do gênero. Tem uma vasta lista com onze filmes lançados, sendo que o 12º sairá este ano, com o título ‘Star Trek – Além da Escuridão’.

Mais um que apareceu nos anos 70 foi o seriado ‘Starsky e Hutch’, que contava com Paul Michael Glaser e David Soul como protagonistas, já no cinema, tiveram ‘a cara’ de Ben Stiller e Owen Wilson, no filme de 2004. Não foi muito bem nas bilheterias e hoje é presença freqüente nas sessões de cinema da TV aberta.

Em 1975, Robert Urich estrelou o seriado SWAT, que foi transmitido até o ano seguinte e cancelado. O filme de 2003 é um pipocão divertido, com Samuel L. Jackson, Colin Farrell e Michelle Rodriguez no elenco.

Em 1976 estreava o seriado ‘As Panteras’, que trazia três lindas detetives, interpretadas por Kelly Garrett, Kate Jackson, Cheryl Ladd e Farrah Fawcett (as duas últimas se revezavam no papel de terceira espiã) que solucionavam os casos mais incríveis, a mando da ‘voz’ intitulada Charlie. Transformou-se em filme no ano de 2000 e ganhou uma continuação em 2003, intitulados ‘As Panteras’ e ‘As Panteras – Detonando’, respectivamente e foi estrelado por Cameron Diaz, Drew Barrymore e Lucy Liu.

Dirigindo um Dogde Charger RT e tendo ótimos momentos cômicos, o seriado ‘Os Gatões’ foi sucesso nos anos de 1979 em diante. Em 2005, contou com um bom elenco, com nomes como Sean William Scott e Johnny Knoxville. Esquecível, mas engraçadinho.

Na década de 80, havia um seriado chamado ‘Anjos da Lei’, que contava a história de policiais que se infiltravam em escolas e prendiam jovens infratores, Foi o responsável por levar Johnny Depp ao estrelato. Em 2012, Jonah Hill e o péssimo Channing Tatum foram os protagonistas do filme, que contou com uma participação especial de Depp e teve na direção Chris Miller e Phil Lord.

Esta próxima série durou de 1983 a 1987 e foi intitulada por aqui de ‘Esquadrão Classe A’, onde quatro ex-combatentes de guerra são acusados de um crime e acabam transformando-se em mercenários, enquanto tentam provar sua inocência. Ganhou um longa em 2010 que foi execrado pela crítica e tinha no elenco Bradley Cooper, Liam Neeson e Sharlto Copley, protagonista de ‘Distrito 9’, Joe Carnahan foi o diretor da empreitada.

‘Miami Vice’ (1984 a 1989) ganhou notoriedade não só pelos episódios interessantes, que marcaram a carreira da série, mas também pelas roupas Mega-coloridas usadas por James Crokett e Ricardo Tubbs. Nas telonas, o filme dirigido por Michael Mann trouxe Colin Farrell e Jamie Foxx como agentes infiltrados num cartel de traficantes, numa produção crua e extremamente adulta.

Agente 86 surgiu no fervor da Guerra Fria e contava com um ‘James Bond’ mais engraçado, vivido por Don Adams. Steve Carrell interpretou o agente em 2008, com Anne Hathaway assessorando suas aventuras. Arrecadou mais de 200 milhões de dólares pelo mundo afora.

Este foi um dos seriados mais famosos de todos os tempos, criado pelo Midas Chris Carter, ‘Arquivo X’ ainda conta com uma enorme gama de fãs pelo mundo. Sobreviveu de 1993 até 2002 e ganhou dois filmes: ‘Arquivo X – O Filme’ e ‘Arquivo X – Eu Quero Acreditar’, estrelados por David Duchovny e Gillian Anderson.

Sex and the City é baseado em um livro escrito por Candace Bushnell e transformou-se em seriado no ano de 1998. Conta a história de quatro peruas que adoram moda, são ricas e querem um homem para se casarem. Ganhou dois longas metragens e não seria surpresa alguma se viesse outro por aí.

E quais os seriados que você gostaria de ver na telona? Qual você sentiu falta nesta lista? Comente conosco!

Comente via Facebook

Comentários

3 COMMENTS

  • SWAT foi uma série que de certa forma foi adaptada para telona, tem até uma parte em que citam o tema da série. Faltou também “O Fugitivo”, que rendeu o Oscar de melhor ator para o Tommy Lee Jones. Uma filme que talvez poucos saibam que era derivado de uma série é a comédia “Corra que a Polícia vem aí”, com o saudoso Leslie Nielsen, a série se chamava “Police Squad” se não me engano, e acabou sendo cancelada com poucos episódios, só quando foi transformado em filme é que se tornou um sucesso.
    Não sei se podem ser incluidas na lista mas os programas de humor Monty Phyton e Saturday Night Live também geraram ótimos filmes. o MP tem os ótimos “Em busca do Cálice Sagrado”, “A Vida de Brian” e “The Meaning of life” enquanto o SNL entre vários erros e poucos acertos tem “Os irmãos cara-de-pau” e “Quanto mais idiota melhor”.

  • Esses filmes, me faz lembrar dos bons tempos que não voltam mais!

  • Orgulhosamente programei uma ‘chamada’ para este ótimo artigo no site agregador de conteúdo dos Blogueiros do Brasil (( http://omelhordos.blogueirosdobrasil.com/ )).

    Será publicado em 02/07/2013 , no decorrer do dia.

    IMPORTANTE : As visitas aparecerão no
    Google Analytics e em outras ferramentas
    similares como originadas na URL
    http://ads.tt/ .

    Abraços cordiais.

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas