You are here:  / Críticas / Resistindo às Tentações e a maldição do Oscar

Resistindo às Tentações e a maldição do Oscar

Não acredito muito em maldições, olho gordo ou coisas do tipo. Mas no caso de Cuba Gooding Jr. é diferente. A famosa e temida ‘maldição do Oscar’ pegou ele e não larga o ator de jeito nenhum. Só assim para entender como um nome tão carismático, consegue se enfiar em projetos como este Resistindo às Tentações.

Resistindo às Tentações

Jonathan Lynn (Meu Vizinho Mafioso) cria um universo onde drama, comédia e musical tentam se completar. Mas acaba por moldar um cenário com doses cavalares (e desnecessárias) de músicas chatas e que cansam nossos ouvidos.

Beyoncé (Dreamgirls), que já dá passos largos para ser reconhecida, também, como atriz. E aqui tem situações risíveis, mas boa química com o protagonista. As caretas dele, somadas a algumas coadjuvantes e a longa duração de 2 horas e 3 minutos, me fizeram repensar o primeiro parágrafo. Ou seja, contrário de ser uma ‘maldição’, percebo que o ator sofre de algo bem mais simples: incompetência na hora de escolher seus projetos.

Sinopse de Resistindo às Tentações:

Darrin Hill se muda com a mãe para Nova York, pois foram proibidos de participarem dos encontros da igreja Beulah. Após perder o emprego, sua tia Sally falece e deixa uma fortuna como herança para ele. Mas para conseguir a grana, terá que se tornar líder do coral.

NOTA: 3,0
ORÇAMENTO: —-

Comente via Facebook

Comentários

2 COMMENTS

  • Achei o filme muito interessante… uma comédia sem apelo e com belas músicas….

  • pelo visto ja se ve q vc num tem nenhuma sabedoria musical … o filme num eh soh uma comédia envolve tabem.. a parte do musical … q deixou o filme mto diferente de um filme de “SEÇÃO DA TARDE”

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas