You are here:  / Críticas / RED – APOSENTADOS E PERIGOSOS

RED – APOSENTADOS E PERIGOSOS

estrelapier.blogspot.com

O que um elenco bem afiado pode fazer por um filme? Se depender de Bruce Willis, Morgan Freeman, Helen Mirren, John Malkovich e, em menor escala de Karl Urban (‘Star Trek’), tudo, até segurar 111 minutos com uma vitalidade impressionante. Não que a produção dirigida por Robert Schwentke (‘Plano de Vôo’) seja péssima, mas perderia pontos caso este quinteto mágic’ não estivesse em cena.

Tirado da história em quadrinhos escrita por Warren Ellis, foi necessário uma boa adaptada, pois o material original é bem enxuto (publicado aqui pela Panini) e a violência do filme, que poderia ter um toque ‘tarantinesco’, lotado de sangue e corpos por todos os lados, é bem limpa.

A questão de que ‘a idade pesa para todos’ é pautada desde o início, quando vemos Frank Moses, um ex-agente da CIA, solitário em sua casa, tentando convencer uma atendente a sair com ele. Num outro lugar está seu parceiro Joe Mathenson, vivendo num asilo. Schwentke demora um pouco para engrenar tanto na comédia quanto na ação, pois há um grande exagero na tentativa de fazer o espectador rir, o que não era necessário, pois a química com os personagens é imediata.

Karl Urban, após diversas escolhas erradas, deslancha sua carreira, provando ser um ator melhor do que muitos imaginavam, já Helen Mirren é uma dama em qualquer momento e até empunhando uma metralhadora não perde o jeito de rainha. O roteiro pontua bem os vários locais por onde os ‘idosos’ viajam e piadinhas sanacas é o que não faltam (na luta de Urban e Willis, por exemplo).

‘RED – Aposentados e Perigosos’ nunca se propôs a mudar o cinema e sim, a divertir sem compromisso e consegue. A ponta para uma continuação é descarada mas benéfica, até porque, depois que os sessentões ganharam sobrevida em ‘Os Mercenários’, porque não nos divertirmos com eles?

Título Original: Red
Ano Lançamento: 2010 (EUA)
Dir: Robert Schwentke
Elenco: Bruce Willis, Morgan Freeman, Helen Mirren, Karl Urban, Mary-Louise Parker, John Malkovich, Brian Cox

ORÇAMENTO: 58 Milhões de Dólares

Comente via Facebook

Comentários

2 COMMENTS

  • Achei RED bem divertido, muito legal. Bruce willis se saiu melhor aqui do que Stalonne em seu Mercenarios.

  • Olá!

    “Red”, tem uma virtude inquestionável, e esta reside em seu elenco. Willis, Freeman, Malkovich e Mirren dão um show. Mas o longa ainda se dá ao luxo de trazer os veteranos Richard Dreyfuss (por que anda tão sumido?) e Ernest Borgnine (como ainda está vivo?) em pontas que, mesmo não sendo particularmente inspiradas, ao menos são feitas por… Richard Dreyfuss e Ernest Borgnine.
    Mas,(sempre tem um mas!) considerando o calibre do elenco, a aparição do aborrecido Julian McMahon como o vilão se revele uma decepção para mim, já que, àquela altura, o espectador já espera mais alguém como Edward Norton ou Matt Damon(ou alguém de mais peso!) do que um intérprete inexpressivo como o que viveu o antagonista do Quarteto Fantástico – e é surpreendente que Schwentke não tenha percebido que as pontas de figuras como Dreyfuss e Borgnine prometiam algo mais satisfatório para o clímax do que o Dr. Doom.

    Ainda assim, Red é uma bobagem suficientemente divertida e dinâmica. E se estabelece como uma bela opção! Vale o ingresso e é diversão garantida!
    Parabéns… belo texto! Não conhecia seu blog, gostei muito da forma com que você escreve! Fatalmente estarei sempre aqui!

    Um grande abraço…

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas