You are here:  / Críticas / Que Mal eu Fiz a Deus 2
que mal eu fiz a deus 2

Que Mal eu Fiz a Deus 2

O filme francês Que Mal eu Fiz a Deus 2, dirigido por Philippe de Chauveron, não é apenas uma comédia. Ele tem cenas engraçadas, certamente. Porém, antes de mais nada, vale ressaltar a sacada do roteiro ao explanar o preconceito estrutural enraizado naquele país. Tudo bem que, às vezes, pode ser fora do tom, mas nada que prejudique o resultado final.

O elenco é multiétnico e os atores e atrizes são desconhecidos, mas muito talentosos. Já aquele tom teatral (que tende a ser enfadonho em certos momentos) dá brechas para todos os personagens destilarem seu veneno. E, pensando em nosso país, que tem fortes tendências em ser racista, xenofóbico e não aceitar as crenças alheias, Que Mal eu Fiz a Deus 2 pode ser interessante.

Se você, assim como eu, não assistiu ao primeiro filme, fique tranquilo. Dá para entender todo o contexto. Contudo, para ter uma experiência completa, farei uma “mini maratona”. Primeiramente porque vale a pena se inteirar sobre esta família e seus membros, bem como, quero ter outros motivos para rir ou até ficar com certa vergonha alheia das decisões de cada um.

que mal eu fiz a deus 2O projeto, distribuído pela nossa parceira constante, a A2 Filmes, ganhou os cinemas no início de dezembro. E, em breve, estará nas plataformas de streaming. Ah! Se vier um terceiro capítulo para fechar a trilogia, estarei pronto para conferir!

Que Mal eu Fiz a Deus 2, sinopse:

Claude e Marie Verneuil enfrentam um nova crise. Seus quatro genros estão determinados a ir embora da França com suas mulheres e crianças para tentar sua sorte no exterior. Incapaz de imaginar sua família longe deles, Claude e Marie estão prontos para fazer qualquer coisa para retê-los. Contudo, os Koffi desembarcam na França para o casamento de sua filha. As surpresas para estas famílias ainda não terminaram.

Título Original: Qu’Est-ce Qu’on a Encore Fait au Bon Dieu?
Ano Lançamento: 2019 (França)

Dir:Philippe de Chauveron
Elenco:Christian Clavier, Chantal Lauby, Ary Abittan, Medi Sadoun, Frédéric Chau

ORÇAMENTO: —
NOTA: 7,0

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca