PSICOSE

SEMANA ALFRED HITCHCOCK

E hoje chegamos ao final da Semana Alfred Hitchcock com seu filme mais memorável. Um projeto que quase não saiu do papel e teve, apenas na famosíssima sequência do chuveiro, 50 cortes em árduos três dias de filmagens. Além disso, tem uma bela fotografia em preto e branco numa época em que o cinema em cores era a nova sensação de Hollywood.

Dentre todos os títulos comentados aqui, ‘Psicose’ trabalha o engrandecimento do suspense de maneira mais gradativa, pois o primeiro ato é utilizado para o espectador conhecer Marion Crane e sofrer ao lado dela quando decide roubar 40 mil dólares de seu chefe e fugir – Hitch amplia esta angústia com enquadramentos fechados no rosto de Marion, onde seu olhar escancara tal sentimento.

Após um forte temporal, a protagonista se encaminha para o Bates Motel e é aí que tudo muda de figura, pois ao conhecer Norman Bates, um sujeito esquisitão, mas que a primeira vista parece inofensivo – com uma mãe extremamente ciumenta -, ela encontra ali a calmaria necessária para refletir sobre os últimos dias e repentinamente, numa das cenas mais icônicas da Sétima Arte, é morta a facadas de maneira inesperada – o estúdio foi contra matá-la no meio do filme, pois achava que isso afastaria o público.

Montagem por: Marcus Roberto Souza Moura

O terceiro ato é uma correria desenfreada e enérgica, pois o namorado de Marion e sua irmã mais velha, sem notícias, buscam seus últimos rastros para desvendarem o quebra cabeças. Ao entrarem escondidos na mansão onde Norman e sua mãe moram, os nervos do espectador ficarão à flor da pele, tudo por conta da excelente trilha sonora e da percepção incrível de fazer outro plot twist inimaginável.

Orçado em 800 mil dólares (considerado baixo orçamento até para a época), faturando 60 milhões nas bilheterias e quatro indicações ao Oscar, onde saiu de mãos vazias, e ganhando outras três continuações, todas inferiores ao original, ‘Psicose’ se reinventa com o passar dos anos e é título obrigatório para qualquer um. Obra máxima do gênio.

Título Original: Psycho
Ano Lançamento: 1960 (Estados Unidos)
Dir: Alfred Hitchcock
Elenco: Anthony Perkins, Janet Leigh, Vera Miles, John Gavin, Martin Balsam

ORÇAMENTO: 800 Mil Dólares
NOTA: 10,0

Por Éder de Oliveira

Comente via Facebook

Comentários

Você pode deixar seu comentário, ou linkar este post no seu site.

Deixe um Comentário

Powered by WordPress | Designed by: video games | Thanks to Wachdienst, Trucks and SUV