You are here:  / Destaque / Franquias / PREMONIÇÃO – A FRANQUIA

PREMONIÇÃO – A FRANQUIA

A morte sempre foi uma companhia constante nos filmes de terror, mas na maioria das vezes, tinha como ‘alter-ego’ maníacos, alienígenas, crianças possuídas e etc. A ideia da franquia ‘Premonição’, de mostrá-la como um personagem definitivo para o roteiro, pode não ser 100% original, mas agradou em cheio o público jovem.

James Wong é um diretor que começou muito bem sua carreira, trabalhando com Chris Carter em alguns episódios do seriado ‘Arquivo X’. No ano de 2000 foi convidado para assumir a primeira parte de ‘Premonição’, que contava com um grupo de atores desconhecidos – Ali Larter e Sean William Scott viriam a se destacar mais.

Alguns estudantes estão no aeroporto esperando o embarque, quando um deles tem a visão do acidente na decolagem. Ele conta para seus amigos e os que não embarcam presenciam a explosão do avião em pleno ar. Agora, a morte vai caçar um por um para cumprir seus objetivos.

O filme foi um sucesso absoluto e arrecadou mais de 110 milhões de dólares no mundo todo, contra míseros 23 milhões de seu orçamento. Uma curiosidade interessante é que o primeiro título para o filme seria ‘Flight 180’ e acabou se transformando em Final Destination.

Três anos depois sai a continuação e desta vez Kimberly tem não uma, mas duas premonições no decorrer dos acontecimentos – o acidente inicial em uma rodovia, é espetacular. Clear Rivers, interpretada por Ali Larter, retorna como única sobrevivente do primeiro filme.

Na sinopse, Kimberly vê com clareza um acidente envolvendo diversos carros, além do seu próprio. Novamente algumas pessoas se salvam por hora, já que mais tarde a morte irá buscá-los incansavelmente.

Talvez ‘Premonição 2’ tenha uma direção mais coesa e um banho de sangue maior. Um dos planos para acabar com o esquema da morte seria um nascimento imprevisto, ou seja, se alguma das sobreviventes desse a luz, o que se mostrou ineficiente.

David R. Ellis foi o diretor da vez e contou com um orçamento pouca coisa maior que o antecessor e se pagou com folga – arrecadou mais de 90 milhões de dólares.

Com dois sucessos nas mãos, obviamente os produtores já poderiam cogitar a possibilidade de terem uma franquia de respeito dali para frente, tanto que em 2006, chegou o terceiro capítulo.

James Wong volta para a direção, trazendo aos espectadores um acidente numa montanha russa. Houveram alguns atrasos nas filmagens, pois o resultado de determinadas mortes não foram satisfatórios, sendo concluído apenas em 2005.

O roteiro é mais do mesmo e há uma mudança no modo de criar a violência, já que deixa-se de lado a seriedade das produções anteriores, jogando o espectador dentro de um espetáculo pouco inventivo e com situações patéticas. Mesmo assim faturou mais de 117 milhões e abriu espaço para outras continuações.

Em ‘Premonição 4’ a caricaturização de todas as mortes fica evidente, provando ainda mais o rumo diferente que os produtores colocaram na história. Ashley Tisdale fez testes para o elenco, mas não agradou, além disso, este é o episódio com o maior número de mortes, totalizando 11.

Nick é um jovem que está em uma corrida da Nascar e tem a premonição de um acidente com diversos carros. Dali em diante, todo mundo já sabe o que irá acontecer.

Foi o primeiro filme da franquia a utilizar o 3D (o que não agregou em nada à narrativa) e também o primeiro a deixar o ator Tony Todd de fora. Fez 143 milhões de dólares em sua carreira nos cinemas.

O penúltimo projeto, pelo menos por enquanto, estreou em 2011. Vimos mais sangue, mais mortes impossíveis e atores péssimos em cena. Se pagou somente com a bilheteria norte-americana, que arrecadou 168 milhões de dólares contra 40 milhões de seu orçamento.

Agora, o jovem Sam tem um sonho e salva a vida de seus amigos de trabalho. Tony Todd volta para viver o assustador coveiro.

Para o bem ou para o mal, ‘Premonição 6’ já foi confirmado e as mortes poderão acontecer num navio, num show de rock ou num prédio, mas tudo ainda não passa de boato.

E você, acha que a franquia ainda tem fôlego para novos filmes?

Por Éder de Oliveira

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas