You are here:  / Críticas / Destaque / Trailers / OPERAÇÃO BIG HERO

OPERAÇÃO BIG HERO

Se antes o termo nerd era visto com certa estranheza por boa parte da população, hoje em dia caiu no gosto da galera e são eles que ditam as regras, principalmente quando o assunto é entretenimento. A Disney, que de boba não tem nada, coloca uma pitada de ‘Os Vingadores’ aqui, outra de ‘Os Incríveis’ ali e também uma rápida homenagem a Stan Lee e aos monstros dos filmes b.

Com uma estética voltada aos animês – tanto que a cidade onde a aventura acontece chama-se São Fransókio e a máscara do vilão lembra e muito a utilizada em ‘Bleach’ –, ‘Operação Big Hero’ quer abraçar diversos públicos. A computação gráfica é um primor, além de conter ótimos momentos cômicos, cores exuberantes e personagens cativantes ao extremo, a começar pelo robô Baymax.

Caso os diretores Don Hall e Chris Williams mantivessem a emoção quase palpável do primeiro ato, este filme seria, desde já, uma obra prima, mas há uma oscilação e a perda de energia na metade – os próprios coadjuvantes são um tanto descartáveis –, recuperando-se no momento primordial, ou seja, no desfecho.

Hiro é um garoto órfão e viciado em lutas clandestinas entre robôs. É quando seu irmão Tadashi apresenta o laboratório onde trabalha e ali conhece os humanos Honey Lemon, Go Go Tomago, Wassabi e Fred e também o robô enfermeiro Baymax. Após um acidente, a trupe se reúne para eliminar um vilão mascarado.

Os pais podem levar seus filhos sem medo, pois também sairão com um grande sorriso ao final da sessão, um dos motivos para isso é notar que a dublagem nacional ganhou bom tratamento e não fica devendo em nada para a versão norte-americana. Para um primeiro projeto da Casa do Mickey, utilizando heróis criados pela Marvel, eles se saíram muito bem, obrigado. E é só o começo da nova e excelente fase para o produtor Roy Conli e companhia.

Título Original: Big Hero 6
Ano Lançamento: 2014 (Estados Unidos)
Dir: Chris Williams, Don Hall
Vozes: Genesis Rodriguez, Jamie Chung, Damon Wayans Jr., T.J. Miller, Alan Tudyk, James Cromwell, Maya Rudolph, Ryan Potter

ORÇAMENTO: 165 Milhões de Dólares
NOTA: 8,0

Indicações ao Oscar: Animação

Por Éder de Oliveira

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas