You are here:  / Críticas / Trailers / O Nascimento de uma Nação, uma resposta a altura

O Nascimento de uma Nação, uma resposta a altura

Tido como um dos filmes mais racistas da história do cinema mundial (e não é para menos), o longa de 1915 dirigido por D. W. Griffith, colocava a Klu Klux Klan como heróis e os negros como pessoas pouco inteligentes e muito agressivas com as mulheres brancas. Muito acertadamente, em 2016, Nate Parker cria uma resposta bem mais factual aos acontecimentos em O Nascimento de uma Nação.

Parker é diretor, roteirista e protagonista deste épico. Há um cuidado todos especial com o andamento de cada situação e a construção dos personagens, sem contar a parte técnica, onde a fotografia, por exemplo, enche os olhos (principalmente nas tomadas abertas das plantações).

Ver Nat pregando para seu próprio povo e sendo usado como massa de manobra pelos fazendeiros brancos para validar, segundo as ‘palavras de Deus’, toda a escravidão e depois, notar o crescimento de seu ódio por conta daquela situação, é arrepiante e sem essa força dramática o filme seria apenas outro título qualquer.

O Nascimento de uma Nação

Pôster do filme

É bem verdade que vemos certos equívocos por conta da pouco experiência como diretor (é o primeiro longa de Parker), como no ato final, totalmente atropelado, perdendo a oportunidade de nos presentear com algo apoteótico.

Me peguei, em certas todas e trechos, pensando em 12 Anos de Escravidão ou mesmo Amistad e por conta deste engessamento e da pouca coragem para ousar mais e trazer potência no corte final é que O Nascimento de uma Nação não ganha uma nota melhor. Mesmo assim, não deixe de vê-lo, pois é um grito de libertação, 100 anos após a versão insana e de péssimo gosto feito por D. W. Griffith.

Sinopse O Nascimento de uma Nação:

Nat Turner é um jovem negro muito inteligente que é regrado conforme os ensinamentos católicos (o único livro que o deixavam ler era a Bíblia), diferentemente de todos os outros, acostumados com as crenças tribais dos ancestrais.  Ele é usado pelo seu proprietário Samuel Turner para acalmar os escravos rebeldes com suas pregações. Mas após testemunhar diversas atrocidades, ele decide elaborar um plano e liderar o movimento de libertação do seu povo.

Título Original: The Birth of a Nation
Ano Lançamento: 2016 (Estados Unidos/Canadá)
Dir: Nate Parker
Elenco: Nate Parker, Armie Hammer, Aja Naomi King, Jackie Earle Haley, Penelope Ann Miller, Gabrielle Union

ORÇAMENTO: 8,5 Milhões de Dólares
NOTA: 7,5

Confira também um dos nossos vídeos do Canal Cinema e Pipoca

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Board Games