You are here:  / Críticas / Destaque / Trailers / O JOGO DA IMITAÇÃO

O JOGO DA IMITAÇÃO

Mesmo em pleno século XXI, os homossexuais ainda são perseguidos, espancados, mortos e acabam se escondendo por muitos anos, antes de exporem suas escolhas para um mundo movido pelas religiões e seus métodos arcaicos, pela visão machista e pelo preconceito enraizado desde cedo.

Houveram muitas história importantes durante a Segunda Guerra Mundial, mas talvez, a de Alan Turing – um inglês que ajudou a vencer a guerra e depois, foi execrado pelos conterrâneos, por conta de sua opção sexual -, tenha sido a mais valiosa. Benedict Cumberbatch está genial na pele do cientista, que é considerado o pai da computação, com todos os seus minimalismos, sua obsessão por trabalho e certa arrogância na maior parte de seus diálogos.

Morten Tyldum, desconhecido diretor norueguês, mescla bem as idas e vindas no tempo – aliás, muito melhor que Angelina Jolie e seu entendiante ‘Invencível’ –, apenas algumas tomadas bastante clichês poderão incomodar, mas nada que estrague a beleza de ‘O Jogo da Imitação’.

O Enigma foi um famoso código alemão usado para enviar mensagens aos submarinos. O governo britânico, vendo a possibilidade de perder jovens soldados por conta disso, monta um time de criptógrafos para tentar desvendá-lo. Turing transforma-se no líder da equipe e começa a montar uma máquina capaz de desvendar o tal Enigma.

Keira Knightley, interpreta Joan Clarke, a única mulher entre os criptógrafos, mas tece uma persona forte e dedicada, assim como todo o elenco de apoio, com nomes como Mark Strong, Matthew Goode e Charles Dance.

Mesmo tendo diminuído o período da guerra em mais de 2 anos e salvado um número superior a 14 milhões de pessoas, Turing passou por um ‘tratamento de castração’ e se suicidou algum tempo depois. Por fim, acho muito mais justo dar o título de ‘pessoa normal’ para um jovem gay que modificou o século passado, do que para um governo que, na época, não enxergou sua importância. E hoje em dia, onde estaria este grau de normalidade?

Título Original: The Imitation Game
Ano Lançamento: 2014 (Estados Unidos/Reino Unido)
Dir: Morten Tyldum
Elenco: Benedict Cumberbatch, Keira Knightley, Matthew Goode, Mark Strong, Charles Dance, Allen Leech, Tuppence Middleton, Rory Kinnear, Tom Goodman-Hill

ORÇAMENTO: 15 Milhões de Dólares
NOTA: 9,0

Indicações ao Oscar: Filme, Direção, Ator, Atriz Coadjuvante, Roteiro Adaptado, Montagem, Trilha Sonora, Direção de Arte

Por Éder de Oliveira

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca