You are here:  / Críticas / Norbit, uma “comédia” sem graça de Eddie Murphy

Norbit, uma “comédia” sem graça de Eddie Murphy

Algumas escolhas em Hollywood são totalmente sem cabimento. Temos casos com Ben Kingsley em Bloodrayne, bem como Halle Berry em Mulher Gato ou Eddie Murphy neste Norbit. Após a indicação ao Oscar pelo excelente Dreamgirls – adição positiva em sua filmografia – e Jamie Foxx como porta voz da campanha ‘Eddie Murphy, um ator sério’, o humorista se entrega novamente a projetos de gosto duvidoso (dê ênfase no duvidoso).

Portanto, aqui ele faz diversos personagens. E ao mesmo tempo que tenta reciclar piadas batidas e ofensivas, exagera nos trejeitos e volta a ser um completo canastrão.norbit

São noventa minutos de constrangimentos, onde todos os atores – sem excessão – estão perdidos. Vemos um Cuba Gooding Jr. (Homens de Honra), tentando ser engraçado e Thandie Newton (Crash – No Limite), ruim demais.

Um dos filmes mais ridículos e ofensivos do ano, alugue apenas em caso de insônia extrema. Senão, veja As Branquelas ou Com a Bola Toda, que são péssimas produções, mas mais coerentes que Norbit. Já é hora do ator se aposentar?

Sinopse de Norbit

Norbit se separa da amada quando criança, se casa com uma mulher gorda, vive infeliz e tomando patada diariamente da esposa. De repente, sua paixão retorna à cidade, mas como nada é perfeito, ela está noiva.

NOTA: 1,5
ORÇAMENTO: —

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas