You are here:  / Especial CP / Michael Jackson no cinema, de O Mágico de Oz a Mib

Michael Jackson no cinema, de O Mágico de Oz a Mib

O controverso e talentoso cantor, produtor e coreografo (dentre outras coisas), também tentou a sorte como ator em alguns projetos no decorrer de sua carreira e nós do Cinema e Pipoca vamos relembrar estes feitos um tanto bizarros do astro Michael Jackson no cinema. Não colocamos em nossa lista o documentário This is It.

O MÁGICO INESQUECÍVEL (1978)
Dirigido por Sidney Lumet (Antes que o Diabo saiba que você está Morto), conta a história de O Mágico de Oz apenas com astros negros da música norte-americana, como Diana Ross como Dorothy, Nipsey Russell como Homem de Lata e o próprio Michael Jackson como Espantalho. Teve o maior orçamento para um musical na época e fracassou terrivelmente.

– CAPTAIN EO (1986)
Orçado em 30 milhões de dólares, o astro chamou ninguém menos que Francis Ford Coppola para dirigi-lo e George Lucas como produtor, nesta empreitada de 17 minutos que foi exibido apenas nos parques da Disney.

MOONWALKER (1988)
O filme tem um fiapo de roteiro e diversos pedaços de clipes colados dentro dele. Michael Jackson faz de tudo (transforma-se num carro esportivo e viaja no tempo), mas visto hoje em dia fará qualquer espectador sentir vergonha alheia. Os saudosistas vão se lembrar do game para SNES.

MIB – HOMENS DE PRETO 2 (2002)
Jackson riu de si mesmo na ponta que faz em Homens de Preto 2, pois vai até a agência para pedir emprego com o codinome de Agente M para ‘caçar alienígenas escondidos na Terra’.

MISSÃO QUASE IMPOSSÍVEL (2004)
Alguém viu esse filme? É um besteirol que faz piadas com O Náufrago, Miss Simpatia, dentre outros. MJ aparece numa pequena ponta que foi gravada em Neverland mesmo, ou seja, não se deu ao trabalho de sair de sua casa e faturou uma graninha a mais. A produtora resolveu lançá-lo direto em home-vídeo, pois ficou com medo que o processo na Justiça do cantor, interferisse nas bilheterias.

E pra você, qual o melhor projeto de Michael Jackson no cinema?

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas