You are here:  / Especial CP / MIB – HOMENS DE PRETO, DAS HQS PARA A TELONA

MIB – HOMENS DE PRETO, DAS HQS PARA A TELONA

A maioria das pessoas acredita que a cine-série MIB – HOMENS DE PRETO tenha sido criada exclusivamente para o cinema, mas não foi bem assim. E o Cinema e Pipoca resumirá a longa caminhada deste projeto, até ganhar os multiplex.

Em meados de 1990 Lowell Cunningham criava a revista em quadrinhos ‘The Man in Black’ pela editora independente Malibu Comics, que acabou sendo comprada pela Marvel Comics em 1994.
Existem algumas diferenças em relação ao que se lê nas HQs e o que se vê nas telas e, como por exemplo, o fato do agente J não ser negro e a agência trabalhar também com casos sobrenaturais. Quando uma testemunha é encontrada, ao invés de apagarem suas memórias, elas são devidamente eliminadas. A revista durou 7 anos e terminou em 1997.

No ano do término da HQ, surge MEN IN BLACK – THE ANIMATED SERIES, que sobreviveu até 2001. E joga Hollywood no meio de um roteiro com ótimas sacadas de comédia.

Em 1998, Barry Sonnenfeld coloca Will Smith e Tommy Lee Jones para protagonizarem a ficção científica de mesmo nome. E para surpresa geral, MIB – HOMENS DE PRETO é um sucesso gigantesco nos cinemas, arrecadando mais de 580 milhões de dólares pelo mundo.

No enredo, um ex-policial entra na tal agência que monitora os alienígenas aqui na Terra. Seu parceiro é um senhor de poucas palavras e extremamente ranzinza. Após um alien entrar clandestinamente em nosso espaço aéreo e ‘tocar o terror’ nos terráqueos, eles terão que agir imediatamente, para nada sair fora dos eixos.

E foi só em 2002, que a continuação chegou, com os mesmos protagonistas, mas foi uma tentativa frustrada e em vão de provar que a dupla Will e Jones ainda conseguiria segurar a platéia. Apesar de ter sido sucesso nas bilheterias (441 milhões de dólares), foi destroçado pela crítica e, hoje em dia, está esquecido nas prateleiras de lojas e vídeo locadoras.

Agora a Terra está sendo ameaçada por Serleena, que se disfarça de modelo aqui na Terra, para fazer suas atrocidades. J resolve trazer seu antigo parceiro de volta – sua memória havia sido apagada. Os papeis de pupilo e tutor se invertem e algumas sacadas interessantes são tiradas nestas sequencias.

E o último episódio desta história (pelo menos por enquanto), foi visto em 2012, com MIB – HOMENS DE PRETO 3, que resvala em um dos maiores clichês da ficção científica: a volta no tempo. Agora, Tommy Lee Jones participa menos e dá lugar à sua versão mais nova, interpretada com maestria por Josh Brolin. Também dividiu bastante a opinião de público e crítica, mas serviu como uma excelente sessão nostalgia.

Alguém decide voltar no tempo para assassinar o agente K, desencadeando assim, uma série de acontecimentos, que podem levar ao fim do mundo. Desesperado, J corre contra o tempo para evitar que seu amigo morra.

E você, o que acha dos filmes, das HQs e da série animada? Acredita que venha um quarto filme por aí?

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca