You are here:  / Críticas / Trailers / Massacre no Bairro Japonês e os clichês dos anos 90

Massacre no Bairro Japonês e os clichês dos anos 90

Existem determinados filmes que você revisita apenas para perder algumas horas de sua vida e este foi o caso com Massacre no Bairro Japonês. A curiosidade de ver as peripécias da dupla de policiais estrelada por Dolph Lundgren e pelo falecido Brandon Lee foi maior que minha responsabilidade, mesmo sabendo antecipadamente que iria me arrepender amargamente disso.

Lundgren vinha numa crescente, estrelando sucessos como Rocky IV, Mestres do Universo e O Justiceiro, já Brandon Lee tinha uma de suas primeiras chances em Hollywood. O clichê dos tiras que são parceiros, mas não se dão bem é apenas um, de tantos outros que explodem na sua tela durante os 80 minutos de projeção. Acima de tudo isso, o espectador pode esperar atuações das mais canastronas possíveis e uma coreografia de luta que me fez chorar de rir.

O diretor Mark L. Lestes (Comando para Matar e A Base – Desafiando o Perigo) trouxe para o elenco, além dos brucutus, nomes como Cary-Hiroyuki Tagawa (o Shang Tsung de Mortal Kombat), vivendo o vilão genérico, comum nos anos 90 e a mocinha em perigo personificada por Tia Carrera (do seriado Caçadora de Relíquias).

Massacre no Bairro Japonês

Pôster do filme

Uma nova dupla de policiais se junta em Los Angeles para acabar com uma gangue de traficantes da Yakuza. Conforme vão chegando mais perto, o perigo fica iminente e questões do passado volta a tona.

Massacre no Bairro Japonês só não é uma total perda de tempo, porque a roupa oriental usada pelo Sargento Chris Kenner no ato final, além da dificuldade dele para entender que a garota estava interessada em algo além de “bate papo”, quando ficam nus dentro de uma banheira e a paixonite velada e nunca correspondida de Johnny Murata por seu parceiro (que fica apenas subentendida), acaba transformando este exemplar numa comédia involuntária. Veja por sua conta e risco.

Título Original: Showdown in Little Tokyo
Ano Lançamento: 1991 (Estados Unidos)
Dir: Mark L. Lester
Elenco: Dolph Lundgren, Brandon Lee, Cary-Hiroyuki Tagawa, Tia Carrere, Toshishiro Obata, Philip Tan

ORÇAMENTO: —
NOTA: 2,0

Por Éder de Oliveira

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Board Games