You are here:  / Críticas / Trailers / Logan, o filme definitivo de Wolverine

Logan, o filme definitivo de Wolverine

Hugh Jackman está na pele de Wolverine há 17 anos, ou seja, desde ‘X-Men – O Filme’, e por conta de seu carisma e talento ganhou uma legião de fãs ao redor do mundo. O personagem havia tido dois filmes solo que não condiziam com as HQs, principalmente no quesito violência, pois ainda faltava culhões para Hollywood moldar estas características com fidelidade. Eis que ‘Deadpool’ foi um sucesso e abriu caminho para Logan.

Utilizando como fonte de inspiração a excelente saga dos quadrinhos ‘O Velho Logan’, de Mark Millar e Steve McNiven, tudo aqui é tratado com melancolia. Desde a fotografia e as locações, tudo está em uma espécie de processo de decomposição e até os próprios personagens, pois notamos claramente o cansaço em cada movimento de Logan – seu fator de cura não funciona como antes –, a fragilidade e inconstância de Prof. Xavier (fique atento a homenagem ao clássico ‘Os Brutos Também Amam’) e a dificuldade de inserção ao novo ambiente da Arma 23.

Voltando para a questão da ação (composta de maneira cuidadosa), há duas ou três cenas filmadas por James Mangold que devem ser ovacionadas, tudo por conta do ritmo e coreografia esfuziantes colocadas por ele. O vilão tem um visual interessante e intimidador, funcionando melhor que aquele visto em ‘Deadpool’. Já um tal capanga – você saberá quem é quando assistir – é inserido de maneira tão abrupta e sem explicação que me incomodou um pouco.

Se no trailer, a música de Johnny Cash era a força motriz para entendermos qual seria a tônica do projeto, Mangold deixa a trilha sonora em segundo plano, o que foi um pequeno deslize para este road movie sangrento.

Logan

Foto: Poster do filme

Estamos em 2024 e a maior parte dos mutantes que conhecíamos está morto. Logan trabalha como motorista e mora, junto com Xavier na fronteira dos Estados Unidos com o México. Tudo muda quando uma mulher vai até o herói pedindo para que leve Laura para um local conhecido como Utopia. Ao notar que mercenários estão atrás dela, resolve ajudar a garotinha, sem saber de seus grandes poderes.

Como já havia ocorrido em ‘Batman – O Cavaleiro das Trevas’, Logan é um ponto fora da curva, um filme de super herói que pode ser visto como um drama, indo além da superficialidade e questionando não só a melancolia do fim de uma jornada, mas também momento atual e o fato da entrada ou não de imigrantes mexicanos nos Estados Unidos. Isso, no momento atual, é um soco poderoso contra o atual governo de lá. Poderiam retirar a frase ‘o final épica da trilogia’ do pouco corajoso ‘O Cavaleiro das Trevas Ressurge’ e recoloca-la aqui, pois cabe melhor.

Título Original: Logan
Ano Lançamento: 2017 (Estados Unidos)
Dir: James Mangold
Elenco: Hugh Jackman, Dafne Keen, Patrick Stewart, Richard E. Grant, Boyd Holbrook, Stephen Merchant

ORÇAMENTO: 97 Milhões de Dólares
NOTA: 9,5

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca