You are here:  / Destaque / Games / Games | Little Nigthmares

Games | Little Nigthmares

Olá seres assombrados que vivem em um imersivo pesadelo da internet, tudo bem com vocês? Senhoras e senhores, quando pensamos que já vimos tudo no gênero plataforma e puzzle, eis que surge uma pérola reluzente e valiosa. Hoje falaremos sobre Little Nightmares que saiu para Ps4, X -Box One e PC, portanto pause o que estiver fazendo, pule para a poltrona e vamos para a analise.

SAIA SAIA, DE ONDE ESTIVER

O horror é algo que, ao menos para mim, é fascinante e como explicar a sensação de jogar Little Nightmares… esse era o grande desafio ao começar a escrever essa crítica. Se lembram da brincadeira de esconde esconde: você ouve seu captor chegando na sala que escolheu para se esconder, seu coração acelera, o pânico de ser pego aumenta ao ver as pernas do captor passarem rente ao seu esconderijo. Ele passa e você volta a respirar, olhando pelas frestas de seu refúgio. Ele volta, te pega e o jogo acabou. Esse é o ápice do medo para alguns, mas jogar Little Nightmares é nunca ver seu captor e sempre estar na apreensão de ser pego.

Light Nigthmares

Cena de Light Nigthmares

UM CONTO MACABRO, UMA JOGABILIDADE DIVINA

O gamer controla Six, uma garota com uma capa de chuva amarela em um mundo onde tudo é gigantesco. Sabemos que nesse pesadelo algo ou alguém a quer. Os cenários macabros deixam a imersão do player muito maior (devo ter me divertido tanto que fiquei com a sensação de que não havia explorado tudo).

Esse jogo faz muito mais do que conduzi-lo de uma porta a outra, da esquerda para a direita e o suspense sempre aumenta. Resolver os puzzles exige muito do jogador, afinal aqui a exploração é o sucesso para resolver tudo, e esquecer um detalhe de um cenário pode complicar sua vida no outro que vira a seguir.

O jogo disponível na PSN e com certeza dizer mais sobre sinopses só estragariam a experiência de joga-lo. Assuste-se hoje com Little Nightmares. Espero que tenham gostado, vejo vocês semana que vem. Um abraço moreno e até mais.

Por Alessandro Oliveira

Confira mais em nossa coluna de games!

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Board Games