You are here:  / Críticas / JEAN CHARLES

JEAN CHARLES

1.bp.blogspot.com

 

‘Jean Charles’ tinha tudo para se transformar num drama contundente e que batesse de frente com um tema polêmico, a imigração ilegal. Desde seu protagonista, o talentosíssimo Selton Mello (‘O Auto da Compadecida’), passando pelas construções magníficas de Londres, não haveria nada que impedisse um grande feito comandado pelo diretor Henrique Goldman (‘Princesa’), a não ser ele mesmo!

E foi exatamente o que ocorreu, pois a grande falha nos exaustivos 93 minutos de projeção é a falta de naturalidade, tanto atrás quanto na frente das câmeras. Os únicos momentos dramaticamente interessantes, são quando os personagens vividos por Selton Mello e Vanessa Giácomo dividem as cenas, fora isso, a repaginação dos acontecimentos de 2005 são uma profusão de equívocos e interpretações vazias.

Luis Miranda e Patrícia Armani travam uma batalha para saber quem está pior e ao subirem os créditos, não há como chegar a uma decisão concreta.

Existem histórias que mesmo conhecendo o final, torce-se para nada dar errado (como é o caso de ‘Ônibus 174’ ou ‘Vôo United 93’), mas aqui, minha reação após a morte do rapaz no metrô inglês, foi de total inércia, pois o roteiro (do próprio diretor e de Marcelo Starobinas) jamais se aprofunda nos sentimentos ou tem a preocupação de levar empatia.

Pode ser uma tentativa válida, mas haviam métodos mais eficazes para abordarem tal episódio, como foi feito, é apenas outro longa para as prateleiras das vídeo locadoras.

ORÇAMENTO: 8 Milhões de Reais

Comente via Facebook

Comentários

2 COMMENTS

  • Voce disse uma grande besteira!!!? Poderia dizer quem e vc em termos de formacao? Vc faz uma critica que parece seria, mas sem o menor senso critico…Deu pena o seu texto, viu?

  • Sou apenas um cinéfilo, não tenho formação academica em Cinema, porém, acho que, como blogueiro, tenho direito de expressar minha opiniao… Assim como vc tem o direito de expressar seu 'desgosto' com minhas palavras.
    Mas vc, poderia ao mesmo identificar-se e não ficar se escondendo no 'termo' anonimo, para, daí sim termos uma conversa mais direta e interessante!

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas