You are here:  / Críticas / HULK

HULK

cinemaclick.com.br

Marcado para ser o retorno triunfal de um dos heróis mais famosos do mundo das histórias em quadrinhos, Ang Lee (‘O Segredo de Brokeback Mountain’) tinha a difícil missão de transpor para as telas as aventuras do “Gigante Esmeralda”. Justo ele, um diretor que sempre propôs uma visão mais delicada e sutil em sua filmografia.

Eric Bana (‘Munique’), encabeça um elenco frouxo e faz o possível para não parecer tão deslocado frente ao roteiro sonolento de John Turman e Michael France. Jennifer Connely (‘A Casa de Areia e Névoa’), vai para o mesmo caminho e peca pela inexpressividade. Há ainda outros nomes de peso (Sam Elliot, Josh Lucas e Nick Nolte), inertes nos 137 minutos do longa.

Bruce Banner é um cientista que após um acidente no laboratório acaba sendo geneticamente modificado pelos raios gama, transformando-se numa monstruosa criatura quando fica nervoso. Achando ser uma ameaça à população, Ross convoca todo exército norte-americano para aniquilá-lo – mesmo à contra gosto da filha Betty.

A imensa demora na aparição de Hulk, os efeitos especiais difíceis de engolir, seus pulos quilométricos e a carga dramática equivocada, fazem do blockbuster uma enorme decepção principalmente para os fãs. Não esperem uma continuação.

NOTA: 3,0
ORÇAMENTO: 120 Milhões de Dólares

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca