You are here:  / Destaque / Seriado / Seriados | House of Thrones ou Game of Cards

Seriados | House of Thrones ou Game of Cards

House of Thrones ou Game of Cards? Não entendeu nada do título né? Pois é, já falei aqui, no meu primeiro post, sobre Game of Thrones e hoje o assunto é House of Cards.

Agora já entendeu o trocadilho do título? Ainda não?

Bom, quando vou falar sobre House of Cards para alguém, a primeira coisa que digo é que a série é tipo um Game of Thrones quanto à politicagem, mas que se passa nos tempos atuais e com políticos dos Estados Unidos.

Antes que alguém venha me tacar pedras, a comparação é apenas entre as viradas políticas, a sede pelo poder, a falta de escrúpulos e a corrupção das pessoas. Não adianta começar assistir House of Cards esperando por lutas de espadas e cenas de sexo/nudez, a história é muito mais monótona, com bastante diálogos, mas nem por isso menos interessante.

House of Thrones, ou melhor, House of Cards que é do Netflix, estreou em 2013 e já está em sua 4ª temporada, foi criada por Beau Willimon e é uma adaptação do romance homônimo escrito por Michael Dobbs e da minissérie britânica criada por Andrew Davies.

No centro desse drama político temos Francis Underwood, interpretado por um brilhante Kevin Spacey (que também participa da produção da série) e no elenco temos ainda Robin Wright, Kate Mara e Michael Kelly.

A capital americana, Washington DC, é o cenário para o então congressista Francis “Frank” Underwood com todo seu pragmatismo, desejo de poder e manipulação com planos corruptos mas muito bem arquitetados. Em um mesmo capítulo você consegue sentir empatia, raiva, medo, pena e mais um monte de sentimentos por Underwood e quando o personagem quebra a quarta parede e fala diretamente com você, aí a série ganha seu coração.

Talvez a pior parte da série é perceber que apesar de ficção, temos muito disso presente em nossa vida, seja no nosso trabalho, em casa e principalmente na nossa política.

Pode ser que na “vida real” a gente não consiga visualizar toda a corrupção, acordos duvidosos, traição, abuso de poder e tudo de podre que a série mostra, mas pode ter certeza que tudo isso está lá, em uma escala maior ou menor, mas infelizmente está lá.

Por Jonathan Pádua

Clique aqui e confira também outras séries comentadas no Cinema e Pipoca!

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca