You are here:  / Críticas / Hated: GG Allin and the Murder Junkies

Hated: GG Allin and the Murder Junkies

Hated: GG Allin and the Murder Junkies foi o primeiro filme dirigido por Todd Phillips, mais conhecido pelas comédias Se Beber, Não Case e Um Parto de Viagem. Aqui ele faz um retrato sobre a vida de GG Allin, um dos mais controversos vocalistas de punk rock que já existiram e tenta entender o motivo dele ser tão reverenciado pelos fãs, mesmo com atitudes violentas e inimagináveis dentro e fora dos palcos.

Tudo era tão bizarro e excessivo na vida de GG que mesmo um simples ensaio poderia se transformar numa baderna inacreditável, imagine então o que aconteciam nos shows. Para se ter uma ideia, ele se apresentava nu, saia na porrada com a platéia, praticava auto-mutilação e – pasmem – defecava no palco, ou seja, a insanidade era extrema.

Hated: GG Allin and the Murder Junkies

Pôster do filme

O próprio espectador percebe a aura estranha e pesada que pairava no ambiente e quando Phillips fica frente a frente com o entrevistado, num quarto de hotel, a perturbação e o descontrole extravasam os todos os limites, pois Allen não consegue expor seus pensamentos e seus ideais com clareza, assim como todos os outros membros.

Várias pessoas que faziam campanha contra a Murder Junkies também são ouvidas, como é o caso de Chicken John, ex-guitarrista que saiu ainda em 1991. Dentre tantas sequências malucas, sua aparição no talk show de Geraldo Rivera é a mais contida – mesmo tendo toda uma postura anárquica.

Prepare-se também para conferir a apresentação deles numa escola (surreal) e ter alguns flashbacks de sua infância e adolescência, onde o diretor cita a completa ausência de seus pais e o fanatismo religioso como cerne daquela família. Hated: GG Allin and the Murder Junkies não é fácil de ser assistido, mas retrata os anseios de uma geração e um dos maiores movimentos de contra cultura que já existiram.

Título Original: Hated: GG Allin and the Murder Junkies
Ano Lançamento: 1994 (Estados Unidos)
Dir: Todd Phillips

ORÇAMENTO: —
NOTA: 7,0

Por Éder de Oliveira

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca