You are here:  / Críticas / Destaque / GUERRA MUNDIAL Z

GUERRA MUNDIAL Z

‘Guerra Mundial Z’ é uma espécie de brinquedo lotado de adrenalina em um parque de diversões, pois o filme tirado das páginas do livro de Max Brooks conta com um início relativamente oscilante, como se estivéssemos subindo ao topo da montanha-russa, mas que no decorrer dos 110 minutos só ganha em tensão e terror, parecendo uma descida rápida e amedrontadora para aquele caos pós-apocaliptico.

O espectador é arremessado para um ambiente hostil, assim como Gerry Lane – personagem interpretado com pulso firme por Brad Pitt, cada vez mais corajoso em suas escolhas cinematográficas – e sua família, mas não há muito tempo para entender o que esta ocorrendo, pois os zumbis transformam-se em segundos e ganham uma agilidade dignas dos bons atletas de salto em distância.

Nas primeiras matérias antes da estreia do filme, me deparei com o nome de Marc Foster (‘O Caçador de Pipas‘) na direção e fiquem reticente quanto a escolha, mas tudo não passou de um medo banal, já que ele trouxe a densidade dramática necessária para a produção. E se o drama convence, quem dirá os sustos – há dois momentos que deixarão os espectadores com aquele frio na espinha.

Ao inserir uma teoria conspiratória e supor que ‘a salvação’ estaria em Jerusalém, roteiristas e diretores – além do próprio autor do livro – brincam com esta questão bíblica muitíssimo bem. O 3D traz mais profundidade aos objetos que vão em sua direção e o uso escasso de sangue – para diminuir a classificação indicativa – podem desagradar alguns espectadores.

Pessoas começam a ser infectadas por uma doença que as transforma em uma espécie de zumbis e ganham velocidade e uma fome voraz por carne humana. Rapidamente o governo norte-americano traz de volta Gerry Lane, ex-combatente da ONU, para investigar as causas da doença e tentar encontrar uma cura. Então, Lane deixa esposa e filhas e saicom outros soldados buscando pistas para encontrar a cura antes que seja tarde demais.

Após o gênero zumbi ser envergonhado com um produto tão insignificante quanto ‘Meu Namorado é um Zumbi’, surge uma obra grandiosa que homenageia George Romero mas tem a coragem necessária para impor seu próprio ritmo e suas próprias ‘licenças poéticas’. Não vai mudar a vida de ninguém, mas com certeza divertirá abeça!

Título Original: World War Z
Ano Lançamento: 2013 (Estados Unidos / Malta)
Dir: Marc Forster
Elenco: Brad Pitt, Mireille Enos, James Badge Dale, Eric West, Matthew Fox, Daniella Kertesz, Ludi Boeken, David Morse

ORÇAMENTO: 200 Milhões de Dólares
NOTA: 8,0

Comente via Facebook

Comentários

1 COMMENT

  • Ainda não vi esse filme, provavelmente pq sou retardado, mas eu adoro o livro, max brooks consegue criar zumbis incriveis e eu simplesmente devorei o livro. Otimo blog 😀

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas