You are here:  / Especial CP / Top CP / Filmes sobre Igualdade Racial

Filmes sobre Igualdade Racial

Quais são os melhores Filmes sobre Igualdade Racial? Foi com esta pergunta em mente que resolvi criar esta lista e, portanto, vale ressaltar que muitas delas redefiniram sub-gêneros! Quer saber quais são? Então, vem com a gente!

Filmes sobre Igualdade Racial

A Cor Púrpura (1985)

Filmes sobre Igualdade Racial

Com uma excelente atuação de Whoopi Goldberg – talvez a melhor de sua carreira –, A Cor Púrpura mostra a vida de uma mulher que foi obrigada a se casar com um homem que não amava e ainda a violentava. Ao mesmo tempo, seu único refugio eram as cartas que escrevia para a irmã. Foi indicado a 10 Oscares, mas não levou nenhum.

Conduzindo Miss Daisy (1989)

Tudo bem que Nascido em 4 de Julho merecia muito mais o Oscar de Melhor Filme. Mas Conduzindo Miss Daisy, estrelado por Jessica Tandy e Morgan Freeman, fala sobre a história da senhora judia que passa por cima de seus preconceitos e cria uma amizade duradoura com seu motorista particular e é de cortar o coração.

Malcolm X (1992)

O filme traz a história deste grande homem, que teve seus pais assassinados pelo Klu Klux Klan, se converteu ao islamismo e, além disso, lutou a favor da igualdade racial. Foi a terceira indicação ao Oscar e ao Globo de Ouro para Denzel Washington, sem contar que a direção de Spike Lee é primorosa.

Amistad (1997)

Um grupo de escravos se rebela contra seus donos em um navio espanhol e tenta retornar para seu país. Mas eles vão para os Estados Unidos, são julgados e presos. Começa uma disputa e uma discussão sobre a legalidade de posse daqueles homens e mulheres. Steven Spielberg balanceia bem o roteiro e entrega um filme denso e complexo.

Homens de Honra (2000)

Jovem negro entra na Marinha norte-americana e terá que vencer todas as barreiras para tornar-se mergulhador. Homens de Honra resvala no dramalhão, mas a química entre Cuba Gooding Jr. e Robert de Niro faz o roteiro crescer. Não estranhe se uma ou outra lágrima escorrer de seu rosto enquanto estiver assistindo.

A Negação do Brasil (2001)

O documentário retrata a história das telenovelas no Brasil e a forma com que os negros tiveram papeis menores e estereotipados ao longo dos anos. Além disso, traz depoimentos de atores como Zezé Motta e Milton Gonçalves. Na época da estreia, o diretor Joel Zito Araújo lançou também o livro A Negação do Brasil – O Negro na Telenovela Brasileira.

Quanto Vale ou é por Quilo? (2005)

Os maiores valores de Quanto Vale ou é Por Quilo? estão em seu elenco e na primorosa direção de atores. O roteiro traça duas narrativas de épocas distintas. Mas elas, obviamente, acabarão se encontrando, já que em todas há o povo marginalizado e aqueles que só pensam no próprio benefício. Filmaço que vale ser visto e revisto!

Besouro (2010)

Na tentativa de criar um super-herói nacional, o diretor João Daniel Tikhomiroff erra a mão. O roteiro se passa anos após a abolição da escravatura, mas mesmo assim, os negros lutam para serem respeitados. Um destes é Manoel, que após ser treinado por Mestre Alípio, muda seu nome para Besouro e sai atrás de vingança e justiça. Poderia ter sido muito melhor desenvolvido, uma pena.

Histórias Cruzadas (2011)

Filme que fala sobre a segregação racial nos Estados Unidos da década de 60 e, além disso, a forma com que as empregadas negras eram tratadas pelas chefes de família. Levou o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante, mas o roteiro acaba escorregando no formato novelão de se contar a história.

Django Livre (2012)

Obra prima de Quentin Tarantino, fala sobre um negro que é comprado e liberto por um homem branco. Então, os dois saem a caça dos donos de escravos para matá-los e levar boas quantias em dinheiro como recompensa (ainda há um outro propósito). O filme tem momentos grandiosos e diálogos que só Tarantino seria capaz de escrever!

Um Limite entre Nós (2016)

Excelente drama dirigido e protagonizado por Denzel Washington. Mas não para por aí! O roteiro, tirado de uma peça teatral, conta com uma poderosa Viola Davis e fala sobre a vida de um ex-jogador de basebol que sonhava em ser a estrela do esporte e que, agora, vive frustrado por viver como coletor de lixo.

Estamos na década de 1950 e a há severas dificuldades para um negro ter voz e vez na sociedade americana. Além disso, o filho quer seguir de Troy recebe uma proposta de um olheiro para seguir carreira naquele esporte que o pai praticava. A família entrará em crise por essas e outras escolhas.

Infiltrado na Klan (2018)

Spike Lee se debruça em uma história real e traz um elenco de peso nesta crítica social ferrenha. Infiltrado na Klan vale para os dias de hoje, para notarmos que determinadas ações do passado jamais devem ser repetidas. O Oscar de Melhor Roteiro Adaptado foi dele com total justiça.

John David Washington e Adam Driver tem química e um sarcasmo únicos para um episódio tão marcante e sério.

Quais destes Filmes sobre Igualdade Racial é o melhor, na sua opinião? Comente com a gente!

Comente via Facebook

Comentários

3 COMMENTS

  • Um pouco que li sobre o Malcolm X é que no começo ele era tão revoltado que era à favor da separação dos negros e dos brancos, só depois que se converteu que mudou de opinião.

  • Vcs estão de brincadeira que o nascimento de uma nação é considerado (por voces) um filme sobre igualdade racial…É exatamente o contrario. O Filme é uma ode ao racismo e por causa do mesmo muitos negros foram mortos por aflorar nos brancos um medo que não deveria existir, por cenas como a mulher branca que se mata para não ser estuprada por um negro…

    PEço humildemente que revejam seus conceitos por essa lista deturpada.

    • Entendi o que quis dizer e acho excelente da sua parte este comentário. Talvez tenha realmente me equivocado na escolha. A ideia inicial era uma lista sobre filmes que falavam sobre racismo, mas no fim das contas acabei mudando por conta do Dia da Independência Negra e me equivoquei. Grande abraço e obrigado pelo comentário!

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas