You are here:  / Críticas / FIEL

FIEL

g1.globo.comVocê, caro leitor é corintiano? Chorou ou se emudeceu quando nosso time foi rebaixado? Canta com os torcedores em frente a seu aparelho televisor? Vai aos estádios e extravasa toda emoção guardada? Usa a camisa mesmo quando perdemos? Então ‘Fiel’ é o seu filme e o de milhões de “loucos” espalhados Brasil afora.

Minha tese de que somos a torcida mais apaixonada, foi confirmada quando entrei na sala de cinema e me deparei com uma belíssima bandeira alvinegra exposta na última fileira. Se manter inerte nos noventa minutos de projeção é impossível, pois rever o atacante Juan Arce perder gol incrível contra o Vasco ou relembrar trechos do jogo contra o Grêmio, naquele fatídico 02 de dezembro de 2007, ainda machucam nossa alma.

Nas arquibancadas, milhares de pessoas desabaram num pranto incontido – não existia divisão de classes sociais, cor ou sexo. Por poucos instantes nossa nação se igualou e se calou incrédula (nunca acompanhei, num multiplex, silêncio tão perturbador como nesta sequência).

Veio a Segundona e novamente estávamos lá, vibrando e contagiando os onze jogadores em cada partida. Cada ponto era um passo adiante rumo ao retorno à elite do futebol e quando isso foi alcançado a diretora Andréa Pasquini nos presenteia com imagens indescritíveis, nos anestesiando com momentos de pura magia.

Me perdoe se este texto se diferencia das outras críticas postadas aqui, talvez quem o escreva seja demasiadamente fanático para assistir tal documentário com visão imparcial. O fato é que os roteiristas Serginho Groisman e Marcelo Rubens Paiva dialogam naturalmente conosco em grande parte deste ‘Fiel’. Após créditos subirem, saímos da sessão cantando o hino e fortalecendo ainda mais a paixão entre torcida e Corinthians.

NOTA: 9,0
ORÇAMENTO: —

Comente via Facebook

Comentários

7 COMMENTS

  • Portal dos Conquistadores

    Só acho que o DVD foi lançado muito cedo. Seria melhor esperar ver se consegue ganhar o campeonado Paulista. Ai sim seria mais emocionante.

  • Oi, Éder!

    Sou fã de documentário. Já tive a oportunidade de produzir um e é emoção que fica difícil de descrever – principalmente quando ela está finalizado.

    Bom, sou atleticano (MG), de Belo Horizonte, mas desde a primeira vez que ouvi falar desse documentário sobre o Corinthias fiquei curioso.

    Estou doido para assistir. Acho que só os atleticanos são tão fanáticos quanto os corinthianos…defendem o time até debaixo d’água….rs.

    Além disso, quero ver qual o formato que eles utilizaram, os personagens e detalhes da edição. Fico contente que o formato do documentário tenha sido usado para falar de um tema popular, urbano, contemporâneo e brasileiro. Muito bacana isso!

    Abraço

  • Eu vi o trailer no programa Altas Horas, mas não sei bem o que pensar sobre isso. Nada contra o Corinthias, mas é que todos os corinthianos que eu conheço são terrivelmente chatos. Hihi.
    Mas de qq forma é uma homenagem válida ao time e aos torcedores.

  • Bom su não sou torcedor do Corinthians, mas eu acho muito bacana a paixão que os torcedores tem pelo time, mesmo porque eu passei pela mesma coisa quando meu time foi rebaixado (sou gremista) e ainda por coincidencia foi o mesmo técnico que tirou os ambos os times da 2ª divisão…

    Abraços…

    http://webmaster-jp.blogspot.com/

  • Apesar de não ser corintiano, acho muito legal esse documentário. Espero que meu Vascão tb ganhe um comentário em 2010 xDD

    Abraços, Pedro de Figueiredo
    http://inutilidadeson.blogspot.com/

  • Já dei uma olhada no trailer e, mesmo detestando futebol, tenho de dar o braço a torcer.

  • Boa noite… não vi o documentário mas depois do que li, vou tentar assistir, mesmo o corintians tendo contra argentinos para jogar e mesmo eles tendo criticado o richardson por ser o que é e ter entronado o ronaldo fenomeno… abracos

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas