You are here:  / Críticas / Eu, Robô é uma mescla perfeita de ação e scifi

Eu, Robô é uma mescla perfeita de ação e scifi

Will Smith (Alladin) é o grande midas do entretenimento na atualidade. Portanto, todos os seus trabalhos são sinônimo de sucesso absoluto de público e crítica. Já Alex Proyas é um diretor  menos desconhecido e que tem no currículo o simpático O Corvo. Os dois se juntaram e estão à frente da ficção científica Eu, Robô. Inspirado no livro de mesmo nome, escrito pelo gênio Isaac Asimov

Eu, Robô

A ambientação lembra um pouco Minority Report, mas as semelhanças param por aí. A junção entre computação gráfica e cenários reais é perfeita e o roteiro redondíssimo de Akiva Goldsman, pode ser um pouco exagerado em certos momentos, mas nada que desagrade no contexto geral.

Os temas levantados são interessantes e, ao mesmo tempo, temos o carisma de Smith. Com isso, fica difícil não sair da sessão com um sorriso satisfeito.

Outro ponto a se destacar, é a genialidade na personificação de Sonny. Enfim, é de blockbusters assim que precisamos daqui para frente.

Sinopse de Eu, Robô:

Com certas licenças em relação à obra original, a história se passa num futuro não muito distante, onde somos dependentes dos robôs para tudo. Uma nova geração destes humanóides é criada, porém algo acontece e Spooner se vê envolvido numa trama de conspiração, onde as máquinas querem exercer a superioridade sobre nós.

NOTA: 9,0
ORÇAMENTO: 105 Milhões de Dólares

Comente via Facebook

Comentários

1 COMMENT

  • Já assisti e também achei muito bom, a história é interessante, os efeitos especiais são bem feitos, etc.
    Obs.: Vi o seu blog na comunidade “Eu tenho um blog” do orkut.

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas