You are here:  / Destaque / Entrevistas / Trailers / Entrevista com o diretor de Ghostbusters: Mais Além

Entrevista com o diretor de Ghostbusters: Mais Além

Rolou uma entrevista com o diretor de Ghostbusters: Mais Além e você confere tudo agora! O projeto chega aos cinemas em 18 de novembro. Trazendo consigo um legado de família. Jason Reitman, filho do criador da franquia, Ivan Reitman, já chegou a rechaçar a ideia de produzir um longa dos ‘Caça-Fantasmas’. Porém, isso mudou. Portanto, decidiu levar às telonas uma adaptação que fisgasse as crianças de hoje em dia, mas sem decepcionar a velha guarda.

Isso tudo foi dito mm seu bate papo com a jornalista Renata Boldrini, parceira da Ingresso.com. Reitman, ainda revelou que a inspiração veio do passado e do presente. Hoje, com mais idade, quis retratar nas telonas o desejo de cada pequeno na época: ‘E se eu fosse eles’?

“Eu queria contar uma história sobre o restante de nós. Todos aqueles que sempre quiseram ser um Caça-Fantasmas. A emoção, para mim, é de contar algo tão pessoal dentro de um grande filme de entretenimento. A ideia que eu tive de trazer isso é meio que o legado da minha família, enquanto contava um pouco da minha história. Foi muito gratificante”, conta Jason.

Mais sobre a entrevista com o diretor de Ghostbuster: Mais Além

De cara, quem for curtir o filme vai se deparar com uma ideia diferente da original. O longa dos anos 80 era sobre três professores recém demitidos que decidem acreditar em suas convicções sobre fenômenos paranormais. E, enfim, abrem um negócio especializado em detectar esse tipo de aparição do além.

Aqui, conta a história de uma mãe solo e seus dois filhos adolescentes. Eles acabam de chegar a uma cidade do interior. Quando estão organizando as coisas na nova casa, onde o avô morava, os jovens Phoebe e Trevor descobrem artefatos que podem estar relacionados com os verdadeiros Caça-Fantasmas. Ou seja, isso dará indícios de que o recém-falecido se preparava para lutar contra antigas entidades do mal.

A escolha por uma narrativa diferente também remete à família. Então, segundo o diretor, adicionar uma mulher como figura principal tem a ver com o impacto que ele gostaria de causar, especialmente dentro de casa.

“Como disse, queria fazer um filme sobre família e para milha filha. Ela tem a mesma idade que a Phoebe (personagem) e minha vontade era criar uma heroína para ela. Uma jovem brilhante e incompreendida que se torna uma heroína ao colocar nas costas aquela mochila de prótons”, relata Jason Reitman.

Confira a entrevista completa logo abaixo:

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca