You are here:  / Críticas / Trailers / Em Ritmo de Fuga, ação orquestrada por Edgar Wright

Em Ritmo de Fuga, ação orquestrada por Edgar Wright

Quando estávamos dentro da sala, um pouco antes de começar a sessão de Em Ritmo de Fuga, minha noiva me fez uma pergunta bastante pertinente: “quem são os atores famosos deste filme?”. Respondi para ela que o protagonista de Django Livre e o Frank Underwood de House of Cards eram coadjuvantes por aqui, mas que eu estava lá por conta do diretor Edgar Wright. E quais são os diretores que me levam ao cinema hoje em dia? Poucos, mas desde Todo Mundo Quase Morto, passando por Chumbo Grosso e Scott Pilgrim contra o Mundo, sempre fui fã da assinatura visual e dos roteiros lotados de um frescor de Wright.

E ritmo é a palavra que melhor define seu novo projeto, pois temos uma aula de como inserir as músicas dentro da história, e isso ocorre de maneira totalmente orgânica – houveram momentos que me peguei batendo os pés no chão, ao ritmo de Jon Spencer, por exemplo, sem perceber. Os três atos praticamente não oscilam em qualidade e apenas alguns coadjuvantes poderiam ter sido melhor explorados, mas isso não prejudica em nada a excelente imersão neste jogo de gato e rato. Até mesmo a utilização de clichês usados a exaustão pelo cinema hollywoodiano (e que poderia prejudicar seu andamento), são trabalhados de maneira corretíssima e a química entre Ansel Elgort e Lily James é um achado.

Aliás, Elgort dá a Baby uma personalidade nem tão inocente e nem tão super heróica e isso o aproxima do espectador, assim como a utilização na medida de um humor cínico com o gore (há uma cena em questão que te deixará boquiaberto) e da edição entrecortada, que consegue seguir o ritmo das músicas com maestria. Sim, você sairá da sessão tendo a vontade de pegar seus fones de ouvido e partir com seu carro em alta velocidade pelas ruas de sua cidade – mas não faça isso, por favor!

Em Ritmo de Fuga

Pôster do filme

Em Ritmo de Fuga é um dos melhores filmes pipoca do ano, simples assim. E o que são aquelas sequências de fuga filmadas por Wright hein! É sim de cair o queixo e nos mostra que ainda existe uma luz no fim do túnel para quem já está enjoado da dobradinha Marvel/DC. Portanto corra para os cinemas caso queira ver uma boa comédia, uma boa construção de romance e um bom filme de ação, um bom roteiro, enfim, corra logo para o cinema.

Sinopse de Em Ritmo de Fuga:

Baby necessita ouvir música o tempo todo, para que um ruído constante causado por um acidente na infância diminua. Ele é um exímio piloto de fuga que deve certa quantia para o mafioso Doc e trabalhará para ele até esta dívida ser paga. Após se apaixonar por Debora fará de tudo para sair desta vida o mais rápido possível.

Título Original: Baby Driver
Ano Lançamento: 2017 (Estados Unidos/Reino Unido)
Dir: Edgar Wright
Elenco: Ansel Elgort, Kevin Spacey, Lily James, Jon Bernthal, Eiza González, Jon Hamm, Jamie Foxx

ORÇAMENTO: 38 Milhões de Dólares
NOTA: 9,0

Confira também um dos nossos vídeos do Canal Cinema e Pipoca

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Board Games