You are here:  / Críticas / ELSA E FRED – UM AMOR DE PAIXÃO

ELSA E FRED – UM AMOR DE PAIXÃO

adorocinema.com.br

 

Na atual safra cinematográfica, raramente somos surpreendidos quando o assunto são comédias românticas, onde títulos chorosos nos fazem querer nosso dinheiro de volta. Só por deixar de lado os garotões fortinhos e as mocinhas brancas e lindas, o diretor Marcos Carnevale já teria nosso respeito, mas fez mais e tirou interpretações apaixonantes dos protagonistas China Zorilla e Manuela Alexandre.

A comédia que se vê no decorrer dos 108 minutos é dócil e jamais extrapola os limites do bom senso, assim como as sequências dramáticas – especialmente no final, onde o nó na garganta é inevitável. Se o mundo dos dois idosos se enche de alegria e romantismo, o da filha é totalmente o contrário, tendo um casamento oscilante, um marido ganancioso e um filho apegado mais ao avô do que aos próprios pais.

Ao se mudar para um apartamento, Fred de 80 anos e viúvo há alguns meses, acaba conhecendo sua vizinha Elsa de 82. Se no início o convívio não era tão bom, no decorrer dos dias eles acabam criando um laço fortíssimo e descobrindo que podem se apaixonar mesmo quando tudo parece tarde e impossível.

Com o sucesso de público e crítica, ‘Elsa e Fred – Um Amor de Paixão’ se transforma numa daquelas obras-primas obrigatórias por ser perfeito desde a sua fotografia, passando pela trilha sonora, até chegar na concepção geral da trama. É verdade que lá pelo meio do longa já temos uma ideia do que esperar para o desfecho, mas é tudo calculado tão milimetricamente, que isto é um detalhe irrelevante. Espetáculo de primeira categoria.

ORÇAMENTO: —

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas