You are here:  / Críticas / DUPLA IMPLACÁVEL

DUPLA IMPLACÁVEL

adorocinema.com.br

 

O público já deve estar cansado daquele tipo de filme que nos apresenta dois agentes policiais que se encontram por ironia do destino e, num primeiro momento, não se dão bem, mas com o passar dos minutos, se transformam em brothers inseparáveis, exemplos disso borbulham por aí desde os tempos em que Mel Gibson usava mullets. Luc Besson (que aqui entrega o argumento do roteiro) reverte sua gama de banalidades para outros diretores, já que ele parece pouquíssimo interessado em voltar a dirigir.

Seu legado então passou para Pierre Morel que apesar de não ser nenhum gênio (aliás, está longe disso), melhora imensamente se compararmos seu novo projeto, com ‘Busca Implacável’ de 2008. O uso de diálogos tarantinescos, com direito a comentários sobre Star Trek, Uhura e Youtube, dão a Morel um jeitão mais ‘cool’ e menos cafona.

James Reece trabalha para ser um agente secreto do governo norte-americano e entra em diversas ‘tarefas’ para provar todo seu potencial. Ao lado de Wax, seu novo parceiro, eles terão a difícil missão de desmantelar um grupo terrorista em plena capital francesa.

Se você, caro leitor, achou John Travolta caricato em ‘O Sequestro do Metrô 123’ pense duas vezes, pois aqui seu grau de pastelice ultrapassa o imaginável. Já Jonathan Rhys Meyers (‘Match Point’) é apenas a sombra do veterano – e careca – astro de ‘Embalos de Sábado à Noite’. No roteiro nada é levado a sério e os tiroteios são de uma grosseria tão grande que acabam divertindo, já a edição é rápida demais, assim como a reviravolta final, nada convincente. Para sua plena diversão, entre no clima mentiroso do longa e desligue o cérebro.

Título Original: From Paris with Love
Ano Lançamento: 2010 (França)
Dir.:
Pierre Morel

Elenco: John Travolta, Jonathan Rhys Meyers, Kasia Smutniak, Richard Durden, Yin Bing, Amber Rose Revah

ORÇAMENTO: 52 Milhões de Dólares

Comente via Facebook

Comentários

3 COMMENTS

  • Achei muuuito bom *_*
    Que venha a continuação [2]

  • Vi o filme e concordo com a crítica, fui sem saber nada sobre ele e tive uma boa surpresa! John Travolta fez um personagem muito carismático! Que venha a continuação mesmo!

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas