You are here:  / Críticas / Trailers / Dunkirk, a guerra aos olhos de Nolan

Dunkirk, a guerra aos olhos de Nolan

Quando saíram as primeiras imagens de Dunkirk, que estampavam o nome de Christopher Nolan no topo, fiquei empolgado. Ele é um daqueles profissionais que você não precisa saber do que se trata seu próximo projeto para ir conferi-lo. Para mim, seu único equívoco foi Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge e a tentativa pouco corajosa de finalizar sua trilogia de forma épica.

Quesitos técnicos como fotografia (com planos abertos de encher os olhos), efeitos especiais (fique atento com as sequências de ação em alto mar), edição e mixagem de som estão lá com uma qualidade absurda, além das locações e figurino impecáveis. O diretor prefere abrir seu projeto de forma acachapante, lotado de um silêncio incômodo dentre os prédios de uma rua estreita, para logo depois, nos dar a visão de uma praia abarrotada de soldados. Esta imagem tira o fôlego do espectador.

Mas aí chegamos nas atuações… Fionn Whitehead e Harry Styles não conseguem segurar um projeto deste tamanho sozinhos, principalmente quando Tom Hardy (novamente escondido atrás de uma máscara) e Cillian Murphy também aparecem apenas como coadjuvantes de luxo, entregando o mínimo possível. O grande destaque vai para Mark Rylance (vencedor do Oscar de Melhor Ator por Ponte dos Espiões), pois seu personagem tem desespero e força no olhar.

O roteiro acompanha três momentos específicos da mesma história e tem algumas idas e vindas. Me peguei um tanto saturado com a utilização desta ferramenta, pois acredito que a linearidade seria um ponto fundamental para que pudéssemos nos importar mais com as situações e as ações de cada um.

Dunkirk

Pôster do filme

Na época de seu lançamento, Dunkirk era tido como uma das principais apostas para faturar os prêmios mais aguardados do Oscar 2018. O tempo passou, as coisas esfriaram para o projeto e acredito que, no máximo, veremos o filme disputando as categorias técnicas. Sem contar que o título foi meio esquecido pelo Globo de Ouro também, ou seja, é hora de olhar para frente, trabalhar novos roteiros e entender que, mais cedo ou mais tarde, ele terá a honra de faturar o troféu mais cobiçado do cinema mundial.

Sinopse de Dunkirk:

Numa das batalhas mais famosas da Segunda Guerra Mundial, soldados belgas, britânicos e franceses são cercados pelos alemães e devem ser resgatados. É nesta situação que presenciamos três momentos distintos desta história, sendo o primeiro um confronto aéreo, o segundo um civil que leva seu barco de passeio para resgatar o exército de seu país e, por último, um soldado, na praia em questão, que tenta escapar de qualquer forma.

Título Original: Dunkirk
Ano Lançamento: 2017 (Estados Unidos)
Dir:  Christopher Nolan
Elenco: Fionn Whitehead, Tom Glynn-Carney, Jack Lowden, Harry Styles, James D’Arcy, Barry Keoghan, Kenneth Branagh, Cillian Murphy, Mark Rylance, Tom Hardy

ORÇAMENTO: 100 Milhões de Dólares
NOTA: 7,0

INDICAÇÃO DO FILME PARA O OSCAR: Filme / Direção / Fotografia / Mixagem de Som / Edição de Som / Design de Produção / Montagem / Trilha Sonora

Confira também um dos nossos vídeos do Canal Cinema e Pipoca

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Board Games