You are here:  / Críticas / Destaque / Premiações / DETONA RALPH

DETONA RALPH

 

Aproveitando o sucesso que a mídia dos vídeo games vêm fazendo ao longo das décadas, a Disney homenageia os novos e antigos gamer-maníacos com DETONA RALPH, capturando a essência de cada personagem e elevando-a a níveis incrivelmente divertidos – a seqüência da reunião dos vilões é impagável, além da movimentação ‘travada’ dos 8 bits.

Mas antes de comentarmos sobre o longa em si, paramos no curta metragem intitulado PAPERMAN, que prova outra vez toda alma contida nos profissionais que compõem a Pixar. Sem diálogos e em preto e branco, tem a coragem de falar de amor puro, usando todos os clichês do gênero a seu favor.

Voltando a DETONA RALPH, vemos Street Fighter, Mass Effect, Gears of Wars, Pacman, Sonic e etc., portanto o roteiro de PHIL JOHNSTON e JENNIFER LEE compõe três décadas de consoles em pouco tempo – é verdade que alguns personagens poderiam ter mais seqüências em tela – e ainda cria um protagonista excelente e cheio de carisma.

O problema mais sério é a mudança brusca de tom, pois se no primeiro e segundo atos o uso de uma linguagem menos infantil se faz presente, não podemos dizer o mesmo do desfecho. Porém até lá, você já estará completamente entregue à aventura deliciosa e coloridíssima, salpicada pela velha artimanha de mostrarem alguém que tenta se adaptar a um universo completamente diferente.

Após 30 anos trabalhando como vilão no jogo Conserta Felix, Ralph se cansa e quer provar que também pode ser um herói. Descobre que só conseguirá tal feito se encontrar uma moeda de ouro, com isso, entra em outros jogos, causando o pavor em Felix e seus companheiros, que poderão ser desativados.

A dublagem nacional está excelente e tomou o cuidado necessário para não desagradar os fanáticos pelos consoles. É uma produção com a agilidade e o dinamismo da Pixar e as lições de moral e as ‘fofuras’ (lê-se Vanellope) da Disney, caso goste destes dois quesitos, corra para o cinema e divirta-se incrivelmente!

Título Original: Wreck-It Ralph
Ano Lançamento: 2012 (Estados Unidos)
Dir: Rich Moore
Vozes: John C. Reilly, Sarah Silverman, Jack McBrayer, Jane Lynch, Adam Carolla, Alan Tudyk, Mindy Kaling, Joe Lo Truglio, Ed O’Neill

ORÇAMENTO:165 Milhões Dólares

Comente via Facebook

Comentários

1 COMMENT

  • Ótima crítica, brother!

    Eu só aumentaria a nota pra 9 pelas reviravoltas do enredo que me agradaram muito e concordo que alguns personagens poderiam ter mais sequencias.

    E o seu palpite, ganha o Oscar ou não?

    Abs,
    Jonathan Padua

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca