You are here:  / Destaque / Games / GAMES | DECEPTION 3: DARK DELLUSION

GAMES | DECEPTION 3: DARK DELLUSION

Olá seres da Internet, finalmente é terça-feira e eu voltei para falar de um jogo clássico de 1999 para o famigerado PlayStation, chamado Deception 3: Dark Dellusion.

Essa recomendação veio na minha mente (!?) por analisar o grau de diversão que o jogo me proporcionava. O game é um RPG Medieval, desenvolvido pela Tecmo e conta a história de Reina (eu a nomeei de Joana DARK, por conta do nome do jogo, entenderam?), uma menina que é sequestrada juntamente com seus familiares pelo Rei de Alendar, para serem vendidos como escravos. Rosetta, a mãe de Reina, lhe entrega uma joia que contém misteriosos poderes, como o de fazer surgirem armadilhas sádicas e sanguinárias.

Agora, Reina tem de achar seus familiares e desvendar os mistérios que cercam o reino e se livrar de seu cárcere. O enredo, embora fraco, prende o jogador até sua conclusão, que varia de acordo com as inúmeras escolhas feitas pelo jogador durante o gameplay. Isso era uma inovação e tanto no mundo do RPG, mas não é o motivo maior da indicação de hoje, o grande ápice estava na crueldade e na estratégia, que envolviam as armadilhas e suas confecções (de acordo com alguns elementos como, terra, fogo e etc).

As armadilhas devem ser estrategicamente colocadas
Depois de serem criadas, essas armadilhas tinham de ser estrategicamente colocadas no cenário tridimensional do castelo, a visão em terceira pessoa ajudava muito, e em alguns cenários, havia armadilhas já existentes, o que ajudava na distribuição das suas. O jogador tinha uma barra de carregamento (charge time) para cada armadilha colocada e somente três poderiam ser criadas por cenário, depois de alguns capítulos isso mudava, e o jogador podia gastar pontos de energia para confeccioná-las e expandi-las.

Hoje esse tipo de jogo não existe mais, foi substituído por “tower defence games”, como ‘Plants vs Zombies’, o que torna essa indicação, praticamente, única.

A violência do jogo possibilita combos sanguinários
Para você que não jogou, busque esse jogo na PSN ou ISSO, pois é uma recomendação imperdível.

Até a próxima, um abraço moreno a todos.

Por Alessandro Oliveira

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas