You are here:  / Destaque / Games / Games | Dark Souls 3 e sua extrema dificuldade

Games | Dark Souls 3 e sua extrema dificuldade

Olá seres “malucos” da internet, hoje o assunto é de arrancar os pêlos que você nem sabia que existia em seu corpo. Falaremos sobre Dark Souls 3 que saiu hoje, dia 12, para PS4, XBox One e PC.

A AGONIA DA ALMA NEGRA EM DARK SOULS 3

A série Dark Souls é conhecida por sua dificuldade inacreditável durante os combates e esse é o principal atrativo da saga. Não que isso seja ruim, mas seria muito melhor aproveitado se a mecânica de combate funcionasse como prometido, mas CINCO controles meus estão enterrados por conta deste game, que pode ser comparado a ansiedade do casamento, misturado com uma virose estomacal e intestinal.

A From Software modificou algumas engines para transformar esta agonizante experiência em algo desafiador e até conseguiu aumentar o dinamismo, tornando um pouco mais atraente a questão de montar estratégias (análises podem ser feitas antes do combate no decorrer das fases).

Agora, o protagonista, novamente sem nome, encontra dezenas de armas, cada uma com uma habilidade especial, chamada aqui de Weapons Arts, que aumentam as chances de vitória, sendo um incentivo para o jogador explorar novas áreas em busca de mais armamentos.

Dark Souls 3

Outro adendo é o retorno da barra de mana que os fãs (e acreditem, são milhões em todo o mundo), não viam desde ‘Demon’s Souls’. E aí você se pergunta: o que ela faz? Permite o uso de magias, o que torna o controle ainda mais confuso e tira a imersão e para completar a complicação, a queda de frames durante a transição dos cenários atrapalha na reação precisa para escapar dos golpes dos inimigos, mas isso será corrigido nas atualizações.

Para mim, que amo bons roteiros e boas construções cenográficas, esta daqui é inexistente. Um único elogio vai para o design de criaturas, já sua impecável inteligência artificial gradativa, torna um mísero rato em um leão Narniano.

Dark Souls 3

O jogo usa a mesma estratégia utilizada em ‘Star Wars VII’, recriando algumas situações e voltando com personagens antigos. Para o fanservice e para o aproveitamento dos novatos, porém, fica o questionamento: Será que o objetivo era reaproveitar a história para uma nova criação ou sobrou preguiça por parte dos desenvolvedores? O que me deixa mais triste é a pobreza deste engine e a falta de um universo que poderia gerar grandes histórias como ocorreu com ‘The Witcher’.

E a depressão só aumenta quando me lembro que teremos mais e mais sequências sobre o universo vazio de ‘Dark Soul’. Um abraço moreno e até a próxima.

Confira mais em nossa coluna de games!

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca