You are here:  / Críticas / CREPÚSCULO

CREPÚSCULO

www.adorocinema.com.brA síndrome do “amor perfeito” beira o ridículo nesta obra cinematográfica, adaptada do best seller de Stephenie Meyer. As meninas sonhadoras que suspiraram e sofreram por cada linha do livro, lotaram os cinemas mundiais para conferir o romance mais fajuta dos últimos tempos (é quase tão sofrível quanto ‘Um Amor pra Recordar’).

São cento e vinte minutos de uma lentidão assustadora, descaradamente escorada nas interpretações rasas de Kristen Stewart (‘O Quarto do Pânico’) e Robert Pattinson (‘Harry Potter e a Ordem da Fênix’) levando os espectadores a se envergonharem com sua “cara de mal” e as infinitas frases feitas. Os coadjuvantes servem como pano de fundo para mostrarem jovens brancos sarados e sem cérebro.

Para quem não conhece a história, uma garota muda de cidade, vai morar com o pai e é recebida com certa frieza pelos alunos de sua nova classe. Mas descobre colegas com poderes fora do normal e acaba se apaixonando por um deles (futuramente irá descobrir que são vampiros). Daí para entender que haverão vilões em busca de sangue-fresco é rapidíssimo, mas nem nas supostas cenas de ação ‘Crepúsculo’ convence.

Há belos enquadramentos nas fotografias e, no fim, cumpre seu dever, ou seja, fazer as garotinhas suspirarem de emoção. Vá assisti-lo apenas se for fã e ainda assim, se prepare para duas horas de choros, lamentações e final feliz bastante lamentável. Faltou experiência para Catherine Hardwicke (‘Os Reis de Dogtown’), mas foi o início de uma trilogia tremendamente rentável.

NOTA: 1,0
ORÇAMENTO: 37 Milhões de Dólares

Comente via Facebook

Comentários

4 COMMENTS

  • na minah opinião…vampiro tem que ser cruel…matar…sugar sangue não esse vampiro ai…cheio de frescuras…eee..mas se tem pessoas que gostem fazer oke ne…

  • não é meu estilo mas tem seus meritos por alcançar tão grande publico

  • Éder, confesso que li o livro e fui ver o filme e me decepcionei muito. Claro que sei que há diferenças de linguagens entre literatura e cinema, mas o filme merece a nota menos um. O filme estava parecendo o primeiro capítulo de uma série adolescente com vampiros cheia de vampiros metidos a anti-heróis. O livro é a mais denso. O roteirista e a direção poderiam ter feito uma trama mais inteligente.

    Abraço

  • Li apenas o livro.
    Mas, mesmo com seus comentários me arrisco a ver o filme, e depois comento aqui, ok?

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca