You are here:  / Críticas / Premiações / Trailers / Com Amor, Van Gogh: uma obra de arte no Oscar 2018

Com Amor, Van Gogh: uma obra de arte no Oscar 2018

Ainda não assisti a todos os indicados ao Oscar de melhor animação em 2018, mas posso garantir que Com Amor, Van Gogh é o mais corajoso e diferenciado de todos. Por que? Vamos lá que te explico:

  • foi o primeiro filme a ser concebido todo em pinturas;
  • para cada segundo eram necessários 12 pinturas, tudo para que a montagem possa ser feita;
  • ao todo foram 65 mil quadros pintados;
  • 125 artistas foram contratados para o trabalho;
  • utilizaram a pintura de óleo sobre tela, a mesma que o próprio Van Gogh estudou e revolucionou.

O projeto, dirigido por Dorota Kobiela e Hugh Welchman poderia ter sido feito em live action? Sim. Mas perderia muito de sua carga dramática, pois são aquelas cores e texturas, conseguidas apenas com as pinturas que dão o toque especial à trama. É bem verdade que demorei um pouco para aceitar Armand Roulin como protagonista, pois, no início, não me pareceu ter características marcantes. Porém, no decorrer dos 95 minutos, sua empatia sugerirá o contrário.

Com Amor, Van Gogh

Pôster do filme

Conforme Roulin vai conhecendo as pessoas e conversando com elas para tentar entender o que realmente aconteceu com o artista, notamos algo muito presente hoje em dia: a aversão a artistas e a arte. Mas ainda assim, havia quem o admirasse e, até, quem o amasse. A figura frágil do pintor e sua inconstante relação com a vida, prova que ele jamais encontrou paz dentro de si.

Com Amor, Van Gogh pode ser visto como um drama, como um documentário, como um grito de amor as artes. Mas, acima de tudo, é uma homenagem a este gênio que, com apenas 8 anos de experiência nas pinturas, nos presenteou com cerca de 800 quadros. Me arrisco a dizer que esta tenha sido a biografia que mais entendeu seu protagonista. Van Gogh deve estar satisfeito, onde quer quer esteja!

Sinopse de Com Amor, Van Gogh:

Investigação apronfundada sobre a vida e a misteriosa morte de Vincent Van Gogh através das suas pinturas e dos personagens que habitam suas telas. Animado com a técnica de pintura a óleo do pintor holandês, os personagens mais próximos são entrevistados e há reconstruções dos acontecimentos que precederam sua morte.

Título Original: Loving Vincent
Ano Lançamento: 2017 (Polônia/Reino Unido)
Dir: Dorota Kobiela, Hugh Welchman
Elenco: Douglas Booth, Jerome Flynn, Robert Gulaczyk, Saoirse Ronan

ORÇAMENTO: 5,5 Milhões de Dólares
NOTA: 9,0

INDICAÇÃO DO FILME PARA O OSCAR: Animação

Confira também um dos nossos vídeos do Canal Cinema e Pipoca

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Board Games