You are here:  / Põe na Mesa / Põe na Mesa | Colonizadores de Catan

Põe na Mesa | Colonizadores de Catan

Temática: Produção e Comércio
Mecânica: Gestão de Mão, Negociação, Rolagem de Dados, Tabuleiro Modular
Modalidade: Contra
Jogadores: 3 a 4
Ano: 1995
Idade: +10
Tempo de jogo: 90 minutos
Dependência de idioma: baixa
Arte: 3/5
Sorte: 4/5
Complexidade: 1/5
Rejogabilidade: 3/5

Colonizadores de Catan está para os jogos modernos assim como Banco Imobiliário está para os antigos. Estamos falando de um clássico. Criado pelo designer Klaus Teber, Catan está em dez de dez listas de board games indicados para se iniciar uma coleção, além de ser um ótimo jogo para inserir novos adeptos ao hobby.

Esse sucesso todo se deve a sua mecânica extremamente fluida e pouco complexa. Os jogadores iniciam o jogo povoando a ilha que dá nome ao jogo. Cada um pode colocar duas aldeias na intersecção dos hexágonos do tabuleiro. Cada hexágono pode produzir diferentes matérias primas, como minério, trigo, madeira, lã e barro.

A rolagem de dados determina qual hexágono irá produzir na rodada. O jogador com a aldeia produtora pode adicionar uma carta de matéria-prima na sua mão, que por sua vez pode ser utilizada para construir estradas, aldeias, cidades ou desenvolvimentos. Além disso, os rivais podem negociar matérias-primas entre si ou com o próprio banco. E é nessa negociação onde está a parte mais interessante do jogo.

Colonizadores de Catan

Tabuleiro e peças de Colonizadores de Catan

A cada turno, uma nova rodada de negociações é aberta. Não há como jogar Catan sem conversar, discutir ou negociar as melhores transações. Mas o jogo ainda tem um elemento bastante incômodo aos desavisados: um esperto ladrão que pode reduzir sua mão pela metade.

Em disputa estão os pontos de vitória. Quem terá a maior estrada comercial? A maior cavalaria? Vence quem conseguir fazer 10 pontos primeiro. Em Catan, apenas um soberano prevalecerá.

Com todos esses elementos, muita dinâmica e um clima bastante familiar, Colonizadores de Catan ganhou o mundo e abriu as portas para diversos outros jogos. Se você nunca ouviu falar dele ou nunca jogou, é sinal que você é novo no hobby. Que tal uma jogatina? Clássico é clássico e Catan é sempre uma ótima pedida.

Confira outros board games comentados clicando aqui!

Parceiro do Cinema e Pipoca

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Board Games