You are here:  / Top CP / Coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes

Coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes

Sabe aquele personagem que não é o protagonista, mas por conta de seu carisma e personalidade acaba fazendo sucesso e ganhando destaque? Então, é exatamente sobre isso que falaremos hoje! Listaremos alguns coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes e se a postagem render, quem sabe a parte 2 chegue em breve!?

Coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes

A dupla de coadjuvantes que cantava Hakuna Matata fez tanto sucesso que, além do filme, ganhou uma série animada. Em Férias com Timão e Pumba não deixa de ser um caça-níquel para a Disney faturar uns trocados, mas diverte as crianças ainda hoje.

Coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes

O extraterrestre ganha uma aventura solo, tudo isso após o sucesso incrível de Lilo e Stitch. No roteiro, nosso herói azul descobrirá diversos experimentos clandestinos feitos na Terra. Colorido, engraçadinho e um longa feito única e exclusivamente para a molecada.

Coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes

Uma total perda de tempo. Essa é a frase que resume Mulher Gato, um filme sem pé nem cabeça, com um diretor horroroso e um elenco perdido. Queria saber qual o intuito de Halle Berry quando decidiu entrar num projeto desses (logo após faturar o Oscar). Desastre total e uma das piores coisas que já vi na vida.

Coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes

Nos quadrinhos ela já teve excelentes histórias solo. No cinema, após aparecer em Demolidor – O Homem sem Medo, os produtores resolveram dar uma aventura para a assassina. Conclusão: Elektra não tem nada haver com a personagem das HQs e os noventa minutos dão sono em qualquer um.

Coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes

Com diversos filmes (alguns lançados diretamente para home-video e streaming), a personagem foi tirada das aventuras de Peter Pan e é mais conhecida por aqui como Sininho. Seus filmes são Sininho (2008), Tinker Bell e o Tesouro Perdido (2009), Tinker Bell e o Resgate da Fada (2010), Tinker Bell e o Segredo das Fadas (2012), Tinker Bell – Fadas e Piratas e Tinker Bell e o Monstro da Terra do Nunca, ambos de 2014.

Coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes

Depois de ajudar Shrek e companhia no segundo filme da franquia, conhecemos a história do Gato de Botas, desde seu nascimento até as suas primeiras aventuras. Pode não ter a perspicácia do Ogro, mas trata o espectador com inteligência e insere personagens excelentes, como é o caso de Humpty Dumpty.

Coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes

Tirados do filme Madagascar, Capitão, Kowalski, Rico e Recruta ganharam, além de uma série animada, um filme divertidíssimo. Após serem pegos em uma missão pelo conhecido Dr. Otavius, deverão se aventurar para salvarem as próprias vidas. As tiradinhas espertas estão lá e o roteiro agrada tanto crianças quanto adultos.

Coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes

Saídos das aventuras de Meu Malvado Favorito, os bichinhos amarelos não só ganharam uma aventura solo como fizeram mais de 1 bilhão de dólares nas bilheterias. Com um jeito tresloucado e lotado de um humor nonsense, poderá ganhar uma continuação em breve!

Coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes

Dois personagens saídos direto do universo criado por James Wan. Os filmes de Annabelle me agradaram e apesar de completamente desnecessários, tiveram bons momentos. Já A Freira, foi uma das maiores decepções do gênero em 2018, e se a personagem me apavorou em Invocação do Mal 2, aqui quase me fez dormir na sala de cinema.

Coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes

Esqueça Jared Leto com aquele Coringa fake e simbora falar do mesmo personagem, que será vivido pelo incrível Joaquim Phoenix e dirigido por Todd Phillips. As fotos de bastidores mostram que poderemos ter um roteiro onde o retrato da insanidade do palhaço ganhe destaque. Um dos filmes mais aguardados de 2019 para mim!

E para você, quais destes Coadjuvantes que tiveram seus próprios Filmes é o melhor? E quais outros deveriam ter aventuras solo também? Comente conosco!

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca