You are here:  / Críticas / Destaque / Trailers / CABO DO MEDO

CABO DO MEDO

‘Cabo do Medo’, tirado da obra de John MacDonald, foi a oitava parceria entre o diretor Martin Scorsese e o ator Robert de Niro, que fizeram juntos ‘Touro Indomavel’, ‘Os Bons Companheiros’ e ‘Cassino’, para citar alguns. E se esta não é a maior obra da dupla, pelo menos consegue levar ao espectador grandes momentos de tensão e boas doses de violência.

De Niro – com as tatuagens de cruzes e textos bíblicos pelo corpo –, como sempre, some em um personagem lotado de loucuras e alucinações, como na cena inicial, onde Max sai da cadeia e segue em direção a câmera como se fosse ao encontro do espectador. Já Nick Nolte não prejudica, tudo isso porque Sam é o típico ‘zero a esquerda’ e por fim, Juliette Lewis que desde aquela época, provava que seria uma atriz bem fraquinha.

Scorsese nos cansa ao utilizar o recurso de zoom-in a exaustão e ao montar uma edição final exageradamente entrecortada. Mesmo assim tem êxitos na trilha sonora que pontua ainda mais o suspense e a forma como lida com a ética profissional do advogado quando joga questões como se ele deve ou não ocultar informações.

Após cumprir sua pena de 14 anos por estupro, Max Cady sai a caça do seu ex-advogado Sam para se vingar. Sam ocultou algumas informações que poderiam mudar a decisão final. Max planejava fazer isso da forma mais legal e dentro das leis possível e isso fará com que aquela família se desestruture completamente.

A vida dos protagonistas acaba moldando uma fusão de sentimentos e escolhas confusas, já que, depois de tudo, o advogado pensa em tirar a vida do homem que o persegue, fugindo de seus preceitos básicos, já o outro, não tendo nada a perder, resolve ‘roubar’ a vida de sua vítima ao querer domar a esposa e a filha. Pode ter perdido um pouco do impacto, mas ainda é um suspense de primeira.

Título Original: Cape Fear
Ano Lançamento: 1991 (EUA)
Dir: Martin Scorsese
Elenco: Robert De Niro, Joe Don Baker, Illeana Douglas, Fred Dalton, Nick Nolte, Martin Balsam, Gregory Peck, Jessica Lange

ORÇAMENTO: 35 milhões de dólares
NOTA: 7,5

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca