You are here:  / Críticas / Trailers / Brinquedo Assassino, o remake!

Brinquedo Assassino, o remake!

Quando Chucky apareceu pela primeira vez em 1988, ninguém poderia imaginar que o personagem faria tanto sucesso, entraria para o panteão dos vilões mais lembrados e teria uma carreira tão longa. Eis que chegamos em 2019 e ficamos frente a frente com Brinquedo Assassino, o remake dirigido pelo desconhecido Lars Klevberg (que havia feito o curta Polaroid e o longa Morte Instantânea).

Acho que não seria necessário, mas é sempre bom dizer que para curtir – ao menos um pouco – este projeto, você precisará desligar o cérebro e relevar muita coisa que acontece durante os 90 minutos. Primeiro porque Karen, interpretada por Aubrey Plaza, é a mãe mais negligente que o cinema já viu, depois porque a profundidade dos personagens é tão profunda quanto a de uma xícara e, por fim, nenhum adolescente em sã consciência ficaria confortável em apresentar um boneco daqueles para os amigos e ainda levá-lo para passear.

Mas é bom perceber que os envolvidos não levaram o filme tão a sério e souberam rir de si mesmos (a cena onde Chucky aprende a fazer caretas é um exemplo claro disso e me remeteu a Team America), sem contar que até resvalam superficialmente numa crítica sobre os perigos de nos transformarmos em reféns da tecnologia e dão uma explicação mais plausível do porquê surgirem diversas bonecos do mal, se comparado com O Culto de Chucky.

Brinquedo Assassino, o remake

Pôster do filme

Agora, é de se comentar que o design de Chucky é vergonhoso, parecendo que ele fez um botox e deu muito errado. Para piorar as coisas há muitos jumpscare, as mortes tão aguardadas são pouco inventivas e dão sono no espectador e, como não poderia deixar de ser, temos uma ponta para a sequência. Brinquedo Assassino, o remake poderia ser lançado direto em streaming que ninguém sentiria falta.

Sinopse de Brinquedo Assassino:

Karen é uma atendente de loja que dá um jeito de levar o boneco mais aguardado dos últimos tempos de presente para seu filho, Andy. Este boneco tem como principal função se conectar com os ambientes da casa, aprender o dia a dia da família e facilitar a vida de seus donos. Mas o boneco, por conta de um erro na programação, começa a cometer diversos crimes pela vizinhança e Andy se transforma no principal suspeito, já que ninguém acredita que o inofensivo brinquedo pode estar por trás das mortes.

Título Original: Child’s Play
Ano Lançamento: 2019 (Estados Unidos/Canadá)
Dir: Lars Klevberg
Elenco: Aubrey Plaza, Gabriel Bateman, Brian Tyree Henry, Mark Hamill

ORÇAMENTO: 10 milhões de dólares
NOTA: 4,5

Confira também um dos nossos vídeos do Canal Cinema e Pipoca

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca