You are here:  / Críticas / Destaque / Trailers / BOYHOOD – DA INFÂNCIA À JUVENTUDE

BOYHOOD – DA INFÂNCIA À JUVENTUDE

Um estudo sobre o tempo, essa é a principal lição de ‘Boyhood – Da Juventude à Infância’. O diretor Richard Linklarter gravou seu projeto durante 12 anos, fazendo pequenos curtas metragens de 10 a 15 minutos, uma vez por ano e a ideia era mostrar a evolução física e psicológica do protagonista Mason.

Nesse meio tempo, Linklarter moldou uma naturalidade em seu elenco que só ele consegue (Ethan Hawke e a linda Patricia Arquette são o alicerce para os atores mais novos), inseriu diversas figuras da cultura pop como ‘Dragon Ball Z’ e diálogos sobre o novo episódio de ‘Star Wars’ e falou sobre a família moderna, suas crises, acertos e erros, idas e vindas, sem dramalhões incoerentes ou forçados.

O corte final de 165 minutos é um tanto longo (e às vezes você sente certo cansaço), mas pontual e coerente, já que, primeiramente, enxergamos o mundo pelos olhos inocentes de uma criança e vamos passando pela tentativa dos pais de criarem uma consciência política em seus filhos (algo muito mais presente nos americanos que em nós, brasileiros), na falta de jeito em falarem sobre sexo e nas sutis mudanças físicas.

Conhecemos Mason aos 6 anos, logo após entrar na escola e vamos acompanhando sua mudanças e como ele lida com o divórcio de seus pais e os novos e difíceis relacionamentos de sua mãe, até a entrada na faculdade.

Mason descobre a duras penas que sempre existirá a tal ‘impressão de normalidade’ nas pessoas e as responsabilidades com o passar dos anos. ‘Boyhood – Da Juventude à Infância’, diferentemente das novelas globais, condensa a tal história da vida real sem máscaras e não com uma família de classe alta, mas sim, usando seres humanos como nós, reles mortais.

Título Original: Boyhood
Ano Lançamento: 2014 (Estados Unidos)
Dir: Richard Linklater
Elenco: Ellar Coltrane, Patricia Arquette, Ethan Hawke, Nick Krause, Jordan Howard, Maximillian McNamara, Sam Dillon, Lorelei Linklater, Marco Perella

ORÇAMENTO: 4 Milhões de Dólares
NOTA: 7,5

Indicações ao Oscar: Filme, Direção (Richard Linklarter), Ator Coadjuvante (Ethan Hawke), Atriz Coadjuvante (Patricia Arquette), Roteiro Original (Richard Linklarter), Montagem

Por Éder de Oliveira

Comente via Facebook

Comentários

1 COMMENT

  • Pingback
    Crítica do filme ‘Boyhood – Da Juventude à Infância’ - Blogueiros do Brasil

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Séries

Games

Canal Cinema e Pipoca