You are here:  / Críticas / Destaque / Trailers / BOA SORTE

BOA SORTE

Uma das exibições mais aguardados da 6ª edição do Festival de Cinema de Paulínia foi a de ‘Boa Sorte’, protagonizado por Deborah Secco (que emagreceu 14 quilos e disse ter se tornado uma atriz mais completa após o projeto) e pelo novato João Pedro Zappa e dirigido por Carolina Jabor, em seu primeiro trabalho num longa de ficção.

É tirado do conto de Jorge Furtado, chamado ‘Frontal com Fanta’ e tenta retratar as dores e angústias de um seleto grupo de seres humanos totalmente invisíveis para a sociedade, ou seja, os internos de uma clínica de reabilitação a dependentes químicos – tal processo de exclusão é tratado da maneira bastante sutil pela câmera da diretora.

No cinema brasileiro, produções como ‘Bicho de Sete Cabeças’ conseguiram maior impacto por saírem do esquematismo ao contrário deste ‘Boa Sorte’, mas mesmo assim, Carolina Jabor bate de frente com a situação precária e métodos nada éticos que são tratados os pacientes. Quem precisa do tratamento na verdade? Os dependentes químicos ou alguns enfermeiros que trocam maços de cigarros por transas casuais?

João é um jovem com problemas comportamentais que é internado pelos pais numa clínica para reabilitação. Lá ele conhece Judite, uma paciente com HIV positivo em fase terminal. Apesar do ambiente pouco propício, os dois apaixonam-se e começam uma jornada de transformações e cumplicidades.

No fim das contas, como uma participação especial, Fernanda Montenegro chega e ofusca todos os outros atores sem grandes dificuldades. Portanto, em seu primeiro feito, a diretora escora-se totalmente na química dos protagonistas e se esquece das reflexões e descobertas sobre o amor, a vida e a morte quando elas estão tão próximas. Correto e nada mais.

Título Original: Boa Sorte
Ano Lançamento: 2014 (Brasil)
Dir: Carolina Jabor
Elenco: João Pedro Zappa, Deborah Secco, Fernanda Montenegro, Felipe Camargo, Gisele Fróes, Pablo Sanábio, Fabrício Belsoff, Cássia Kis Magro

ORÇAMENTO: —
NOTA: 6,0

Comente via Facebook

Comentários

LEAVE A REPLY

Your email address will not be published. Required fields are marked ( required )

Críticas

Pipocast

Séries

Entrevistas